TV ARAPOTI - 24 HORAS COM VOCE!!!







Click na imagem e conheça um pouco mais da Loja Patrícia




Câmara de Ponta Grossa aprova PL para UNIUM (Capal, Castrolanda e Frísia) implantar queijaria de R$ 379,2 milhões no município


A Câmara de Vereadores de Ponta Grossa aprovou, em primeira discussão, na sessão ordinária desta quarta-feira (1°), o projeto de lei 178/21, de autoria do Poder Executivo, para viabilizar a implantação de uma unidade produtora de queijos no município. O projeto aprova protocolo de intenções firmado em junho pelo Município com Cooperativa Frísia Agroindustrial, representante que formam o Projeto Intercooperação Unium – formada pelas cooperativas Capal, Castrolanda e Frísia – que planejam investir R$ 379,72 milhões na unidade.

Segundo mensagem assinada pela prefeita Elizabeth Schmidt (PSD) e encaminhada junto ao projeto, a unidade fabril será implantada em imóvel de propriedade da Frísia, que já é caracterizado como zona industrial e está localizado às margens da rodovia PR-151, onde já funciona uma unidade de laticínios da mesma cooperativa.

| CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE |


Conforme o protocolo de intenções, a planta contará com 14 mil m², construída em terreno de 40 mil m². Os R$ 379,72 milhões de investimentos totais estimados, serão divididos na construção, instalações elétricas e aquisição de máquinas e equipamentos, além de serviços diversos. Ao todo, a previsão é que sejam gerados 66 empregos diretos na unidade produtora de queijos, além de outros 1.570 indiretos. A estimativa é que o empreendimento gere mais de R$ 12 milhões em ICMS anualmente.

A Unium ainda não revelou mais detalhes sobre o investimento, como itens que serão fabricados ou capacidade de produção.

Incentivos
Entre os incentivos fiscais oferecidos pela Prefeitura estão a isenção de ISS sobre as obras de construção civil do empreendimento, isenção de taxas administrativas incidentes durante o processo de instalação e isenção do IPTU incidente sobre as construções no prazo de 25 anos a contar da implantação da queijaria – o qual, para efeitos fiscais, se dará de 1º de janeiro de 2024 até 31 de dezembro de 2048 – e é válida apenas sobre a nova construção, permanecendo a incidência do tributo na terra nua.

Investimento das cooperativas chega a R$ 3,4 bi

Além da aprovação do protocolo de intenções para implantação da unidade produtora de queijos, na ordem de R$ 379,7 milhões, recentemente a Câmara de Vereadores também aprovou protocolo de intenções firmado pelo Município com a Cooperativa Agrária Agroindustrial e Cooperativa Frísia, representantes das seis cooperativas que formam o projeto de intercooperação – Agrária, Bom Jesus, Capal, Castrolanda, Coopagrícola e Frísia -, que projetam investimentos na ordem de R$ 3 bilhões em Ponta Grossa, para construção da Maltaria Campos Gerais. O investimento deve ser dividido em duas fases, com previsão de início das obras ainda em 2021.

A planta será construída em um terreno de 800 mil m² próximo à montadora de caminhões DAF, na PR-151, adquirido pela própria empresa. A estimativa é que o empreendimento gere cerca de 3 mil empregos diretos e indiretos, além de beneficiar aproximadamente 12 mil cooperados das seis entidades.

FONTE:

Postar um comentário

0 Comentários

KELVE SUPERMERCADOS - MANIA DE VENDER BARATO



CONSTRÓI MATERIAIS E SERVIÇOS PARA CONSTRUÇÃO











ARAPOTI WEATHER