TV ARAPOTI - 24 HORAS COM VOCE!!!







Click na imagem e conheça um pouco mais da Loja Patrícia




UM ANO DEPOIS QUE COMEÇOU A PANDEMIA PREFEITURA COLOCA FAIXAS COM ORIENTAÇÃO SOBRE A COVID-19 E GERA POLÊMICA.


Um projeto do vereador Maycon Pot para colocar faixas (BANNERS) com orientação sobre a COVID-19 (Projeto que poderia ser chamado de “Chover no molhado”) foi acatado pelo prefeito Irani Barros. Foram instalados oito banners (4 Postes) na Av. Avelino Antônio Vieira no centro e já deu oque falar.

Ocorre que as orientações colocadas na faixa seriam interessantes lá no inicio da pandemia (Tudo bem que mudou o prefeito), e outra, da maneira como foi colocado o banner, ele se confunde com o poste e não é visto. E quando o motorista enxerga o banner ele desvia a atenção do transito e pode causar acidentes em uma avenida movimentada como esta.


Além disso, a população esta reclamando do valor gasto com “coisas inúteis”, pois a população já sabe que deve evitar aglomeração e fazer uso do álcool em gel. Dinheiro esse que poderia ser usado na compra de “Luvas” Para o hospital ou para outras situações de maior importância para a população.

1 - Fazer doação de Mascaras

2 - Doação de álcool em gel (Embalagem pequenas, promocional, mas que vão fazer a diferença no dia a dia da população.)

3 - Fazer doação de sabonete (Pequeno tipo de hotel)

4 - Montar várias barracas em pontos estratégicos para a distribuição e junto entregar material com orientações.

5 - Entregar este material nas escolas quando os pais vão retirar as apostilas.

Entre outras ações mais concretas para a população.

A situação não esta fácil pra ninguém, e para um desempregado comprar o álcool gel não é facil. É preciso fazer algo que a população possa tocar e não para ficar bonito para meia dúzia.


Veja alguns comentários no Facebook em uma postagem do Eliton Barros.

# Maicon Pot mais essa vc pisou na bola os vândalos vão distruir e dava com 15 mil comprar muito lanche

# Maicon Pot nobre EDI nao teria como fazer alguma coisa para as pessoas mais carentes pois com esta pandemia

# dinheiro público jogado no lixo, 15 mil reais mal investido, tantas outras coisas que o município precisa, acho que o valor está um pouco superfaturado, alguém com tempo pra fazer um arrastão pra ver quantos destes banners estão distribuídos na cidade??? Somente pra comparar com a licitação ver se bate as contas. O município precisando de remédios e 15 mil mal investido em banners, ahh tenha dó

# aproveitando que você está dispensando um pouco do teu tempo para esclarecer nossas dúvidas com relação ao assunto, eu acredito que a
Francisvania pontuou algo muito relevante, você saberia nos dizer quantas e quais as estruturas custaram esse valor de cerca de 13 mil reais?
Em meu ver, o gasto com estrutura física permanente já é bem mais pertinente do que os banners para o COVID, o qual eu realmente entendo como desperdício, então agora basta sabermos se o valor das estruturas está dentro do padrão de preços do mercado.

# Acho totalmente desnecessário isso, já estamos carecas de saber q devemos fazer oq tá escrito aí.. Se ainda tem pessoas q fazem o contrário, não é falta de conscientização e sim de vergonha na cara e respeito ao próximo q está seguindo essas regras.

Em respeitoàs pessoas não colocamos os nomes de quem comentou; mas disponibilizamos o link da postagem para quem quiser ver.

Postar um comentário

0 Comentários

KELVE SUPERMERCADOS - MANIA DE VENDER BARATO



CONSTRÓI MATERIAIS E SERVIÇOS PARA CONSTRUÇÃO











ARAPOTI WEATHER