AUTO ESCOLA ARAPOTI


MARTINS MOREIRA - O RÁDIO PERDEU UMA VOZ!

IMAGEN ENVIADA POR MARCIO SHIMIGUEL
 

Cala-se para sempre uma das vozes mais conhecidas do rádio paranaense. Uma voz que durante muitos anos narrou com categoria e emoção os mais belos lances de uma partida de futebol. Voz esta que por longos anos transmitiu dos mais diferentes estádios de futebol da região e de vários estádios do Brasil a emoção do gol, e a alegria do vencedor ou a tristeza de quem era derrotado. 

Indubitavelmente, se vai um ícone do microfone esportivo; Elogiado por muitos profissionais, pelos colegas de imprensa de grandes centros e muitas figuras famosas se renderam a sua voz em transmissões marcantes; Mas, ele nunca se vangloriou, ao contrário, sempre se manteve humilde. 

“Tive o prazer e a honra de tê-lo como amigo, na verdade mais que amigo, um verdadeiro irmão, se não de sangue, mas de alma e coração”. 

Transmitimos muitos jogos juntos, sempre empunhando o microfone da Rádio Jaguariaíva. Destes, destaco uma jornada que marcou época e ficou na história das jornadas esportivas da RJ (Rádio Jaguariaíva). 

No ano de 1.992, sob o comando do saudoso Silas Gerson Ayres, eu, Martins Moreira e Marcio Shimiguel transmitimos do Maracanã Flamengo x Fluminense, e do Morumbi, ele, Pedro Gonzaga e Juvenal Luziano transmitiram, simultaneamente, Corinthians x São Paulo. 

Transmitimos, ao mesmo tempo, as duas partidas, em um duplex, que é conhecido no meio esportivo como "ping-pong". Foi uma jornada épica, a Rádio Jaguariaíva falando ao mesmo tempo do Maracanã e do Morumbi. 

Além de grande locutor esportivo ele foi também um grande comunicador, tendo trabalhado em várias emissoras da região. Estava na Rádio Jaguariaíva, desde 1.990; nos últimos anos comandava os programas "Tarde Legal" e "Arquivo Pop". 


Já algum tempo, com sérios problemas de saúde, estava longe dos microfones. Mas no dia 07 de Dezembro de 2.020, na inauguração da Rádio Jaguariaíva FM 99.7, ele recebeu uma linda e justa homenagem por tudo o que fez na radiofonia. Uma família chora a amargura e a tristeza de perder um ente querido. Como marido e pai sempre foi amado e respeitado por seus familiares, pela sua dignidade, caráter, e bom coração. Eu perdi um companheiro de muitos anos, que tinha como um irmão. 

A RJ está de luto! A imprensa esportiva perde seu ícone maior. Cala-se para sempre uma voz amiga. Uma voz que nunca mais irradiara os gols do nosso futebol; Mas sua voz continuará ecoando para sempre na memória de seus companheiros dos caminhos da bola. 

Amigos, estamos falando de PEDRO GONZAGA, que a partir de hoje estará narrando futebol do Estádio do Céu! Que o Senhor Deus o receba de braços abertos e lhe conceda o descanso eterno!        Martins Moreira.





Postar um comentário

0 Comentários

KELVE SUPERMERCADOS - MANIA DE VENDER BARATO



CONSTRÓI MATERIAIS E SERVIÇOS PARA CONSTRUÇÃO











ARAPOTI WEATHER