SERVIDORES DA CÂMARA MUNICIPAL DE ARAPOTI TERÃO QUE DEVOLVER DINHEIRO DE HORAS EXTRAS RECEBIDAS INDEVIDAMENTE.


O Ministério Público encaminhou documento para Câmara de Vereadores onde diz que ouve uso irregular de horas extras pelos servidores. O documento é uma recomendação, referente ao inquérito civil público sob o número MPPR – 0009.18.000249-9 que investigou o pagamento de horas extras sem a necessidade para servidores concursados da câmara municipal. 

Segundo o documento publicado no Diário Oficial do dia 22 de Agosto de 2019; o presidente da Casa de Leis devera se abster de pagar horas extras a não ser em casos excepcionais não ultrapassando o limite de 2 (Duas) horas extras diárias, devendo haver adequação dos horários de trabalho para atendimento dos serviços ordinários que ocorrem fora do horário do expediente (Sessão Ordinária). 


Ainda segundo informações de pessoas ligadas a Câmara, vários servidores que receberam horas extras indevidamente, tiveram que devolver dinheiro, onde o montante a ser devolvido se aproxima dos cinquenta mil Reais. 

Essa questão de horas e a diferença (que ninguém sabe de onde vem) entre o salário base e os vencimentos dos servidores concursados da Câmara Municipal de Arapoti já foi matéria aqui no Voz do Povo.

VEJA A MATÉRIA SOBRE OS SALÁRIOS.

Postar um comentário

0 Comentários

KELVE SUPERMERCADOS - MANIA DE VENDER BARATO



CONSTRÓI MATERIAIS E SERVIÇOS PARA CONSTRUÇÃO












ARAPOTI WEATHER