CE João Paulo II, de Arapoti, vence colégio de Toledo e conquista título inédito no futsal feminino

Time feminino do CE João Paulo II, de Arapoti, campeão do futsal feminino nos JEPS (Foto: Thaise Oliveira/Esporte Paraná)
Neste sábado (20) o Colégio Estadual João Paulo II, da cidade de Arapoti, conquistou o título do futsal feminino na final da 66ª edição dos Jogos Escolares do Paraná, categoria 12 a 14 anos, em Apucarana. Na grande decisão realizada no Ginásio Lagoão, o time enfrentou a forte equipe do Colégio Estadual Sen. Atílio Fontana, de Toledo, e venceu por 4 a 3 em jogo cheio de emoções do início ao fim. Na disputa pelo terceiro lugar, o CE Tiradentes, de Cafezal do Sul, venceu o CE Tsuru Oguido, de Londrina, por 5 a 4. 

O jogo
Conhecendo bem as adversárias que são donas de um histórico admirável no futsal paranaense, assim que a bola rolou, as meninas de Arapoti apostaram na forte marcação. Aos cinco minutos, Thayna pressionou a defesa, roubou a bola e abriu o placar. Em desvantagem no marcador, as toledenses se mostraram nervosas e tinham dificuldades em atacar. Mas, faltando menos de um minuto para o intervalo, a história mudou. Aline, camisa nove do CE Sen. Atílio Fontana, marcou duas vezes em 30 segundos virando o placar.

Para a etapa complementar, as alunas-atletas de Arapoti voltaram acreditando que era possível buscar o resultado. E não demorou muito para acreditar mais ainda. Com dois minutos de bola rolando Karla deixou tudo igual. E aos 18 minutos, Maria Luisa marcou mais dois gols deixando o time em vantagem novamente.

Thayná comemorando o primeiro gol da partida (Foto: Thaise Oliveira/Esporte Paraná)

Com o clima tenso, as oportunidades iam diminuindo para Toledo. Mas se tratando de uma final, boas jogadas e emoção com certeza não faltariam. A um minuto e meio para o apito final, Ana Letícia descontou e colocou a equipe de novo no jogo para delírio de todo o grupo. Detalhe, as atletas de Arapoti haviam feito cinco faltas, então qualquer desarme poderia resultar em uma falta e, consequentemente, tiro livre para o time de Toledo.

Nos segundos finais, o tempo parecia voar para um lado e para o outro, a impressão era que congelou. Sem mais mudanças, no apito final o CE João Paulo II foi quem comemorou. “Entramos com um pé atrás, já que na fase de grupos perdemos para elas por 4 a 0, mas soubemos controlar a emoção, o nervosismo e fomos para cima. Quando fomos para o vestiário no intervalo estávamos desanimadas, mas o professor colocou a nossa autoestima lá em cima. Batalhamos muito para estar aqui”, disse a aluna Maria Luisa, autora de dois gols.

Partida de muita qualidade com emoção do início ao fim (Foto: Thaise Oliveira/Esporte Paraná)

Treinando o grupo todos os dias, o professor Fabiano Ferreira falou sobre a valorização das crianças no esporte e sobre o título inédito. “Eu sempre investi na categoria de base, pois sempre acreditei que para ter um trabalho bom futuramente você precisa investir nela. Já cheguei em duas finais no Bom de Bola e bateram na trave, no ano passado eu perdi a semifinal nesse mesmo ginásio, mas este ano vim diferente. Consegui ter toda calma para prestar atenção naquele quebra-cabeça e poder mexer as peças do jeito que deus estava me mostrando. Graças a Ele, veio esse título inédito que eu sempre sonhei”, disse.

Reconhecendo o nível das adversárias, Fabiano contou como foi a preparação para a decisão. “Depois que terminou o jogo contra o Toledo, na fase de grupos, a professora Salete chegou em mim, me deu um abraço e disse ‘fica tranquilo que a gente vai para a final’ e aquilo ficou guardado no meu coração. Trabalhei bastante a cabeça das meninas e crescemos muito dentro de quadra. Sabíamos que tinha um Golias a ser derrubado, sabemos que não é fácil, é um time de tradição, time que já nos representou no Brasileiro várias vezes, e conseguimos com muito trabalho chegar nesse título.”

Muita festa e emoção após o apito final (Foto: Thaise Oliveira/Esporte Paraná)

Emocionado, e com um grande sorriso estampado no rosto, o comandante afirmou que ainda não sabe como será representar o estado em uma competição nacional. “São horizontes a ser desbravados. Eu imagino aquele céu azul, lindo, maravilhoso com pessoas maravilhosas, mas só estou imaginando. Como será lá é um mistério para mim. Pela primeira vez estou tendo a oportunidade de chagar além do que eu imaginava. Aqui no Paraná o nível do futsal feminino é muito forte, os professores investem na categoria de base, a Salete é um exemplo. Vou fechar os meus olhos e abrir só no Brasileiro”, contou.

Finalizando, Fabiano fez questão de agradecer o apoio de algumas pessoas que fazem parte do projeto. “Quero dedicar o título a Deus, agradecer ao grupo, aos pais que confiaram nas meninas junto comigo. Quero dedicar ao Colégio João Paulo, a Karina, a nossa diretora que acolheu essas meninas no colégio como se fossem filhas delas e está dando tão certo, a metodologia foi tão perfeita que foi a nossa estrutura maior. E dedicar ao Talismã, a nossa equipe começou em 2009 e que hoje a gente conseguiu ganhar o nosso primeiro paranaense.

Alunas-atletas campeãs do futsal feminino de 2019, categoria 12 a 14 anos (Foto: Thaise Oliveira/Esporte Paraná)

Confira a campanha do campeão

Fase de grupos
CE João Paulo II 11 x 0 EE Manoel Ribas (SASU)
CE João Paulo II 0 x 4 CE Sen. Atílio Fontana (Toledo)

Quartas de final 
CE João Paulo II 2 x 1 CE Faxinal dos Francos (Rebouças)

Semifinal 
CE João Paulo II 5 x 1 CE Tiradentes (Cafezal do Sul)

Final 
CE João Paulo II 4 x 3 CE Sen. Atílio Fontana (Toledo)


Os Jogos Escolares do Paraná são promovidos pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação e do Esporte, com o apoio do município de Apucarana. 

Acompanhe a fanpage dos JEPS: www.facebook.com/jogosescolaresdoparana

COM/JEPS
Thaise Oliveira
thaiseoliveira@live.com

Postar um comentário

0 Comentários

KELVE SUPERMERCADOS - MANIA DE VENDER BARATO



CONSTRÓI MATERIAIS E SERVIÇOS PARA CONSTRUÇÃO












ARAPOTI WEATHER