Vereador Jean Carlos Klichowski falou no plenário da Câmara Municipal de Arapoti que sabe de uma suposta “MALA PRETA DA SAÚDE” e assim que ele tiver a documentação vai apresentar em plenário. 

Só que isto é muito vago, e a população quer saber do que se trata e pede para o vereador fazer a denuncia e deixar o Ministério Publico investigar, pois as palavras do vereador são muito sérias, quando diz que existem fornecedores lesando o município. 

Veja oque ele disse: 
“Vamos abrir a “Mala Preta da Saúde” a mala eu digo mala preta e não a caixa preta, porque tem fornecedor aí em concluio (conluio), estão aí lesando o município, fraudando o município na saúde, na educação e a hora que eu tiver estas provas eu vou apresentar nesta tribuna, eu vou apresentar nesta tribuna, é porque ainda não consegui provar, mas a documentação já esta sendo providenciada e a hora que eu tiver vou por aqui. Porque eu não tenho medo, eu não tenho concluio (conluio), eu não tenho o rabo preso, principalmente com o reino, o reino encantado da prefeitura, que para uns tudo pode e para outros é o rigor da lei. Então senhor presidente ter que trazer esta situação aqui no plenário, mas eu fico indignado com estas circunstancias. Tenho sido procurado por diversos servidores tanto do Hospital, quanto da Defesa Civil...". 


Um comerciante da área central que nos procurou para falar da situação, mas não quer se identificar disse: “Estamos vivendo uma época onde o Brasil esta sendo passado a limpo e não podemos aceitar que situações como esta que o Vereador falou fique sem ser investigada”. 

Teve varias outras pessoas que procuraram nossa reportagem querendo entender à situação, e se sabíamos do que se tratava a fala do vereador. 

A equipe do Voz do Povo tentou falar com o Vereador que não quis gravar entrevista e disse que no momento certo se pronunciaria.
Reações:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

 
Top