A Coordenação de Políticas Públicas para a Juventude da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) do Governo do Paraná é a responsável, no estado, pelo programa Identidade Jovem – ou simplesmente ID Jovem, como é popularmente conhecido. O documento, destinado a jovens de 15 a 29 anos, possibilita os benefícios de meia-entrada em eventos artístico-culturais e esportivos e também vagas gratuitas ou com desconto no sistema de transporte coletivo interestadual, conforme disposto no Decreto 8.537/2015. O secretário da Sejuf, Ney Leprevost, lembra que o benefício pode ser usufruído até mesmo por quem não é estudante. 

O documento foi criado pelo Estatuto da Juventude e proporciona, entre outros benefícios, meia-entrada em cinemas, shows, teatros, jogos de futebol, e quaisquer outras programas da área cultural, como museus, parques naturais e outros. Prevê também a reserva de assentos duas viagens interestaduais com 100% de gratuidade, além de outros dois assentos com no mínimo 50% de gratuidade do valor da passagem de ônibus, trens e barcos, na classe convencional. O ID Jovem isenta o portador, ainda, do pagamento de inscrição em concursos públicos e vestibulares de universidades e institutos federais, bem como da taxa de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). 

Como fazer - Para ter acesso ao ID Jovem é preciso estar com as informações atualizadas no banco de dados do governo federal – o Cadastro Único. O responsável pela família é quem deve fazer o cadastro no CRAS mais próximo de sua residência. Basta apresentar os seguintes documentos: RG, CPF, Título Eleitor, Certidão de Casamento, Comprovante de Residência, Carteira de Trabalho e comprovante de residência. “Vale lembrar que não é obrigatório ser estudante para ter direito ao benefício”, informa o coordenador das Políticas Públicas para a Juventude da Sejuf, Luiz Guilherme Feltrin.

A identificação ID Jovem é válida por 180 dias. Ao final do período, a revalidação pode ser feita diretamente por meio do aplicativo ID Jovem 2.0 (disponível para Android e iOs) ou no site https://idjovem.juventude.gov.br/emitir-id-jovem.

Ambas as plataformas garantem o acesso ao documento a partir da inserção dos dígitos do Número de Identificação Social (NIS). O NIS está disponível no Cartão Cidadão, no extrato do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) ou na Carteira de Trabalho.
Reações:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

 
Top