Mal começou o ano letivo e a questão do uso do transporte escolar vem à tona. Alguns pais reclamam sobre os ônibus, que a partir de agora, não mais irão levar seus filhos até à escola na qual gostariam de continuar estudando. E mais uma vez também, inicia - se a discussão sobre “carona” no transporte escolar. 

Procuramos a Secretária de Educação de Arapoti, Rosi Rogenski Ferreira, para entender melhor a situação e esclarecermos as dúvidas dos pais. 

Segundo a secretária, o município tem a obrigação de fornecer o transporte escolar gratuito para os alunos que residem a mais de 2 quilômetros da escola, ou no caso de existirem situações que coloquem as crianças em risco: ponte, rodovias, mata fechada, ferrovia em funcionamento, etc.). Porém, esse transporte é feito até à escola mais próxima de sua residência (a não ser que, por falta de vaga, a criança precise ser matriculada em outra escola mas, mesmo assim, também respeitando a regra de que essa escola seja a mais próxima de sua residência).


Ocorre que alguns pais, moradores da Vila Nova, Gleba A, Pindorama e até da própria Vila Humaitá, ficaram revoltados pelo fato de que seus filhos estavam acostumados a estudar nas Escolas Municipal Telêmaco Carneiro ou Dona Zizi. Agora, com a determinação do NRE e da Sec. Mun. de Educação, os alunos serão levados apenas até a Escola Municipal Dezidério José Corrêa, na Vila Humaitá. Se os pais desejarem que seus filhos continuem a estudar em outras escolas que não seja a mais próxima, terão que arcar com os custos desse transporte. 

Ainda segundo a Secretária Rosi, esta prática tem trazido problemas que vão muito além do transporte. Escolas como a Telêmaco Carneiro, no centro, e a Dona Zizi, no Jardim Ceres, convivem com a super lotação, enquanto que a Dezidério José Corrêa tem falta de alunos.

Outro assunto tratado com a Rosi foi sobre a "carona" em ônibus escolar que, segundo ela, atrapalha muito os alunos, como também é proibido por Lei. Os motoristas já estão orientados a não dar carona e, caso não cumpram a determinação, serão punidos na forma da lei.
Reações:

Postar um comentário

 
Top