A Polícia Civil de Arapoti prendeu três pessoas por envolvimento no homicídio que vitimou um comerciante na cidade conhecido por Keko. Uma mulher de 21 anos e um homem de 37 foram presos, além de um adolescente de 17 anos apreendido. O caso gerou muita comoção na cidade.Por ele ser uma pessoa bem conhecida e também pela crueldade que foi empregada na execução do crime.

Keko era Proprietário da loja (KEKO MAX) onde vendia produtos importados no centro da cidade.


O Voz do Povo teve acesso a informações que levam a crer em um crime passional. Segundo o que apuramos a vítima mantinha um caso com a mulher, esta mesma mulher mantinha um romance com o suposto autor do crime (Não foi julgado ainda) que é menor (17). Este se sentindo traído se vingou de Keko lhe tirando a vida no ultimo dia 29/12. O crime aconteceu em frente a UBS Santa Rita no Jardim Aratinga. 


Na verdade ainda falta alguns pontos que ainda deixam duvidas, e que com certeza o delegado vai esclarecer: Alguem levou a vitima até o local onde seu corpo foi encontrado? Qual foi a participação da mulher no Crime? Qual a participação do homem de 37 anos?


Tudo sera esclarecido em uma coletiva a imprensa que será dada nesta quinta-feira (10) as 13H30MIN, pelo delegado Dr. Gumercindo
Reações:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

 
Top