O final de ano foi de muita tristeza para uma mulher que sonhava em ter a casa própria, mas acabou caindo em um golpe que lhe um causou prejuízo de 28 mil reais. 

Segundo o relato da vítima no Boletim de Ocorrências, a mesma havia comprado um terreno situado à Rua Evandro Martins, no Jardim Aratinga. Ela havia pago pelo mesmo o valor R$ 28.000,00 (vinte e oito mil reais), sendo que R$ 5.000,00 (cinco mil reais) foram entregues ao suposto proprietário no ato da negociação, e o restante de R$ 23.000,00 (vinte e três mil) pagos numa transferência bancária .

Quando a vítima (compradora) iria tomar posse do terreno, eis que aparece uma terceira pessoa se dizendo dona dele . A vítima argumentou que haviam cartazes espalhados no comércio da cidade, nos quais lia-se que o terreno em questão estava à venda. Nesse momento, a terceira pessoa (proprietária real do terreno) apresentou vários documentos e informou que o mesmo não poderia ser vendido por ser objeto de herança de seus filhos. 

A vítima entrou em contato com o vendedor, que sempre respondia às perguntas de forma evasiva, dizendo que iria entregar o comprovante de venda em outro momento. Hoje o vendedor nem atende mais o telefone e não reside na cidade de Arapoti. O caso segue na Polícia Civil e serve de alerta à todos para averiguarem a situação de qualquer objeto, carro ou terreno, antes de efetuar a compra em definitivo. Ir ao cartório de Registros de imóveis, nesse caso, é a melhor solução para não cair em golpes dessa natureza.
Reações:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

 
Top