O final de ano foi de muita tristeza para uma mulher que sonhava em ter a casa própria, mas acabou caindo em um golpe que lhe um causou prejuízo de 28 mil reais. 

Segundo o relato da vítima no Boletim de Ocorrências, a mesma havia comprado um terreno situado à Rua Evandro Martins, no Jardim Aratinga. Ela havia pago pelo mesmo o valor R$ 28.000,00 (vinte e oito mil reais), sendo que R$ 5.000,00 (cinco mil reais) foram entregues ao suposto proprietário no ato da negociação, e o restante de R$ 23.000,00 (vinte e três mil) pagos numa transferência bancária .

Quando a vítima (compradora) iria tomar posse do terreno, eis que aparece uma terceira pessoa se dizendo dona dele . A vítima argumentou que haviam cartazes espalhados no comércio da cidade, nos quais lia-se que o terreno em questão estava à venda. Nesse momento, a terceira pessoa (proprietária real do terreno) apresentou vários documentos e informou que o mesmo não poderia ser vendido por ser objeto de herança de seus filhos. 

A vítima entrou em contato com o vendedor, que sempre respondia às perguntas de forma evasiva, dizendo que iria entregar o comprovante de venda em outro momento. Hoje o vendedor nem atende mais o telefone e não reside na cidade de Arapoti. O caso segue na Polícia Civil e serve de alerta à todos para averiguarem a situação de qualquer objeto, carro ou terreno, antes de efetuar a compra em definitivo. Ir ao cartório de Registros de imóveis, nesse caso, é a melhor solução para não cair em golpes dessa natureza.
Reações:

Postar um comentário

 
Top