Apesar de o Natal e o Ano Novo terem acabado de passar, já tem gente programando as próximas férias. De acordo com o Ministério do Planejamento, que agora faz parte do Ministério da Economia, neste ano de 2019, terão 16 feriados nacionais.

Lembrando que, segundo a legislação em vigor, o trabalhador que tiver que trabalhar em um feriado civil ou religioso por conta de exigências da empresa, ele tem direito de receber o pagamento daquele dia em dobro, a não ser que o empregador determine outro dia de folga.

Bom, existem feriados nacionais, estaduais e municipais. Os pontos facultativos são datas especiais nas quais servidores públicos são dispensados de trabalhar por meio de um decreto federal, estadual ou municipal. Já as empresas privadas não são obrigadas a conceder dispensa a seus funcionários em um ponto facultativo.

O dia 1º de janeiro, que já passou, é a Confraternização Universal. O próximo feriado é o Carnaval, que neste ano, vai ser comemorado nos dia 4 e 5 de março. No dia 6 de março é a quarta-feira de cinzas e é ponto facultativo até às 14 horas. Em seguida, vem o feriado de 19 de abril, que é comemorado a Paixão de Cristo; e no dia 21de abril é o dia de Tiradentes.

1º de maio é o Dia Mundial do Trabalho; 20 de junho é o dia de Corpus Christi e 7 de setembro é a vez de festejar a Independência do Brasil. A data marca a conquista da autonomia política do país em 1822. O feriado de Nossa Senhora Aparecida, considerada a padroeira do Brasil para os católicos, cai no dia 12 de outubro e no dia 28 do mesmo mês é o Dia do Servidor Público.

Logo depois, no dia 2 de novembro é Finados e no dia 15 de novembro é comemorado a Proclamação da República. A data marcou a implantação de um novo regime político em 1889, substituindo a monarquia brasileira. Além disso, possibilitou o avanço da democracia, por meio da implantação de eleições para a escolha do chefe de governo, que passou a ser o presidente da República.

O dia 24 de dezembro, que é a véspera do Natal, é ponto facultativo após às 14 horas; dia 25 de dezembro é o Natal e, por fim, no dia 31 de dezembro, é a véspera de Ano Novo.

As datas deverão ser seguidas pelos órgãos da Administração Pública Federal, sem prejudicar a prestação de serviços à população.

Reportagem, Cintia Moreira
Reações:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

 
Top