As contas de luz para consumidores de baixa tensão devem sofrer um reajuste menor em 2019. Pelo menos é o que aponta o levantamento feito pela empresa TR Soluções, especializada em tarifas de distribuição de energia elétrica. Segundo as informações publicadas pela empresa, alguns fatores devem influenciar nesse reajuste mais amigável ao bolso dos consumidores. Entre eles, o término do pagamento de consumidores de parte dos empréstimos feitos às distribuidoras para cobrir os gastos das empresas.Outro ponto que, segundo a TR Soluções, irá ajudar nessa mudança é a redução nos custos de geração de energia, comparando com 2017. Nesse período, os custos que não foram pagos com o recurso das bandeiras tarifárias foram antecipados pelas empresas responsáveis pela distribuição.

Segundo as informações, a média brasileira dos reajustes fica em 0,38%. A região Norte é que deve ter a maior queda no preço, com um reajuste negativo de 5,03%. Em contrapartida, o Nordeste deve sofrer com um aumento de 3,09%. No Centro-oeste deve ter um reajuste de 2,13%, enquanto no Sudeste será de 0,94%. No sul, a previsão é de haja uma retração de 2,58%.
A publicação ainda destaca que 2018 a variação média das tarifas foi de um aumento de 15% no comparativo com 2017.

Reportagem, Raphael Costa
Reações:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

 
Top