O valor dos alimentos da cesta básica aumentou em 16 das 18 capitais brasileiras pesquisadas pelo Dieese, que é o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos.

A cesta mais cara foi registrada em São Paulo (R$ 471,37). Logo em seguida, vem a de Porto Alegre (R$ 463,09), Rio de Janeiro (R$ 460,24) e Florianópolis (R$ 454,87).

Segundo a supervisora de preços do Dieese, Patrícia Lino Costa, existe uma pequena diferença nos itens que são pesquisados, que faz com que as cestas das capitais do Centro-Oeste, Sudeste e Sul do país sejam mais caras do que as cestas do Norte e do Nordeste.

“No Centro-Oeste, Sudeste e no Sul, a quantidade de carne é maior do que a quantidade de carne do Norte e Nordeste. Esta é uma composição que vem com base no decreto onde a gente usa como base para calcular a cesta e também no Norte e Nordeste nós não pesquisamos a batata. Também no Nordeste nós pesquisamos farinha de mandioca e nas regiões Centro-Sul a gente pesquisa a farinha de trigo.”

Os alimentos que apresentaram alta na maior parte das capitais pesquisadas de outubro a novembro deste ano foram: o tomate, a batata, o óleo de soja, o pão francês e a carne bovina de primeira. Já o leite integral teve queda de preços em 16 capitais.

O Dieese calculou o salário mínimo ideal em novembro, baseado na cesta mais cara, que foi a de São Paulo. O valor mínimo mensal necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas deveria ser de R$ 3.959,98. Esse valor é equivalente a mais de 4 salários mínimos de R$ 954.

Reportagem, Cintia Moreira
Reações:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

 
Top