Indícios de irregularidade levaram o Tribunal de Contas do Estado a emitir medida cautelar que determina a imediata suspensão da licitação da prefeitura de Jaguariaíva para a concessão da gestão, operacionalização e execução dos serviços de saúde no hospital municipal Carolina Lupion. 

O TCE acatou representação da lei de licitações e contratos encaminhada pelo Instituto de Apoio e Gestão à Saúde. O IAGES alegou que houve ausência de descrição sucinta e clara do objeto. 

O fato gerou dúvida se o edital versa sobre a concessão de um imóvel ou sobre a prestação de serviços hospitalares. Além disso, teriam sido estabelecidas, no instrumento convocatório, previsões excessivamente restritivas à competitividade entre elas, a impossibilidade de entrega prévia dos envelopes. 

O relator do processo, conselheiro Ivens Linhares, afirmou que a expedição da medida cautelar era justificada, pelo menos, em razão da exigência de apresentação de atestados de capacidade técnica com limitação temporal. Segundo o edital, os documentos deveriam conter, ainda, comprovação de vínculo trabalhista com profissional médico de, no mínimo, um ano, entre outras falhas. 

O relator determinou a comunicação ao município de Jaguariaíva da ratificação plenária da decisão cautelar.
Reações:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

 
Top