Com foco nos cooperados do futuro, projeto propõe a discussão de temas estratégicos como gestão, liderança e administração

Estimular a sucessão familiar nas atividades dentro da cooperativa, fornecendo ferramentas de gestão, liderança e administração aos jovens cooperados e filhos de associados. Esse é o principal objetivo do programa Cooperados do Furuto, implantado neste ano na Capal Cooperativa Agroindustrial.


Os encontros do programa têm duração de cerca de oito horas, e estão previstos para acontecer mensalmente. A primeira turma foi formada em Arapoti, município-sede da Capal, e contou com cerca de 30 participantes de diversas cidades, com idades entre 16 e 25 anos. O encontro tratou da importância do protagonismo jovem dentro do sistema cooperativista, em especial para despertar o interesse pelo negócio familiar. “É preciso orientar os jovens sobre a alma do cooperativismo, para que possam efetivamente crescer junto com todos os outros que compõem essa cooperação, entendendo os valores do cooperativismo”, comenta o integrante da primeira turma, João Carlos da Silva, de 24 anos. O pai de João Carlos é cooperado da Capal há dois anos, o sítio da família fica em Carlópolis (PR) – onde produzem café. Com formação em Direito, o jovem considera – para o futuro – conciliar as duas atividades.

Para a coordenadora de Recursos Humanos (RH) da Capal, Eliane Andreani, os jovens são o futuro do cooperativismo, por isso é preciso que eles estejam cada vez mais próximos da cooperativa, que participem ativamente das atividades. “O programa propicia que eles tenham esse protagonismo, não apenas aprendendo temas relevantes para administrar a propriedade, mas também compartilhando suas experiências e visões”, explica Eliane.

Além da troca de experiências, os encontros promovem temas estratégicos, ligados à gestão da propriedade, tanto pelo lado financeiro, quanto humano. Os próximos temas que serão estudados pela turma são: poder do autoconhecimento e autogestão; comunicação assertiva e oratória; cenários, tendências e oportunidades no agronegócio; finanças da propriedade e pessoais; projetos sustentáveis; administração de conflitos e relacionamentos e liderança jovem cooperativista, bem como desafios da convivência familiar e na Cooperativa.
Reações:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

 
Top