Correspondendo às expectativas, o meio-campista croata Luka Modric, do Real Madrid, venceu o prêmio “The Best’, da FIFA, e foi eleito melhor jogador do mundo. Modric foi fundamental nas campanhas do Real Madrid, tricampeão da Liga dos Campeões na última temporada, e no vice-campeonato da Croácia na Copa do Mundo da Rússia. A escolha do croata põe fim a hegemonia Ronaldo-Messi, que venceram a premiação nos últimos 10 anos.

E se a seleção brasileira não conseguiu ser hexa esse ano, a rainha do futebol alcançou a marca. Pela sexta vez, Marta venceu o prêmio de melhor jogadora do mundo. Com a conquista, a jogadora brasileira se tornou a maior vencedora do prêmio individual da Fifa.


Teve mais brasileiro sendo premiado no evento realizado em Londres. Os laterais Marcelo, do Real Madrid, e Daniel Alves, do Paris Saint Germain, estão na seleção dos melhores jogadores do mundo.

No prêmio Puskás, o egípcio Mohammed Salah, atacante do Liverpool, levou o troféu de gol mais bonito da última temporada. Na categoria de melhor técnico, o escolhido foi Didier Deschamps, que levou à França ao bicampeonato mundial na Rússia.


Reportagem, Raphael Costa
Reações:

Postar um comentário

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do VOZ DO POVO. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O VOZ DO POVO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

 
Top