Mais uma vez a população esta em risco pela incapacidade do estado. A semana passada foi a cadeia de Ibaiti no Norte Pioneiro que teve um agente penitenciário agredido e ficou em poder dos bandidos por varias horas. Vinte e oito detentos fugiram durante a rebelião. Agora a cidade de Sengés nos Campos Gerais é que esta com medo e viu mais um agente ser agredido e correu serio risco de perder a vida. 

Há um ano e quatro meses atrás foi em Arapoti que aconteceu uma rebelião, por sorte ninguém conseguiu fugir. Sempre estamos recebendo noticias de rebeliões nas cadeias publicas de toda a Região. Com isso sofre a população que tem medo de ser vitima destes fugitivos; sofre a família do detento com medo que o pior aconteça durante a fuga e sofre as famílias dos agentes penitenciários que convivem quase todos os dias com bandidos de todos os tipos em cadeias que funcionam muito além de suas capacidades. Na verdade, mais parece um barril de pólvora prestes a explodir.
 

Segundo as informações tudo aconteceu por volta das 17H45MIN após uma visita religiosa. Cinco presos conseguiram ficar escondidos no solário. No momento em que o carcereiro foi fazer a verificação, foi rendido com uma faca artesanal e sofreu varias agressões. Em seguida fugiram pulando o muro da frente da cadeia.

Agora foi Sengés, e amanhã? Ou depois e depois? 

Vejam as fotos dos fugitivos da cadeia de Sengés.













Reações:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

 
Top