Conselho de Ética da Câmara Municipal de Arapoti, nos Campos Gerais, aprovou nesta segunda-feira (06) o relatório que aponta quebra de decoro por parte do Vereador Giovane Aparecido Carneiro. A sessão de leitura e apreciação do parecer do relator Ricardo Rodrigues Pedroso se estendeu por quase duas horas. 

O relator antes de iniciar a leitura do relatório final , fez questão de deixar claro que não havia nada de pessoal contra o acusado, e que o seu relatório foi feito com base na denuncia feito pelo Ministério Publico. Após a leitura do relatório que trazia em seu conteúdo varias situações que toda cidade sabe a respeito do vereador acusado; No final o relator pedia pela cassação do vereador. O presidente Zildinei Sebastião Mendes, Ferreira "o Nei" pediu 20 minutos para que ele pudesse pensar para dar o seu voto. 


Ao retornar para a sala de reuniões o presidente do Conselho Trouxe em suas mãos uma justificativa sobre seu voto, e mesmo que ele fosse o “The Flasch” não conseguiria escrever em vinte minutos. Isso indica que ele já veio com a cabeça feita em votar a favor do acusado, e nenhum relatório mudaria seu voto.
Antes de ler sua justificativa, o presidente perguntou ao Vereador Joel Batista Melo que estava substituindo ao membro do conselho senhor Victor Brondani que esta em viagem, qual seria seu voto. Joel foi categórico em dizer que seu voto era a favor do relatório. O presidente leu a sua justificativa e deu o seu voto contrario ao relatório. 


O parecer pela cassação do mandato do vereador agora segue para a presidência que devera colocar para votação em uma sessão extraordinária o mais rápido possível.
Reações:

Postar um comentário

 
Top