Esta marcado para esta terça-feira (24) o juri de quatro suspeitos de estar envolvido na morte de Leandro Soares Moreira 23 anos na época. Segundo informações da policia civil, no dia 12 de Novembro de 2016, por volta das 22H30MIN, a vitima estaria próxima a uma agencia bancaria no centro da cidade, e foi cercada e espancada por sete indivíduos, sendo três menores e os outros todos maiores. Durante o espancamento a vitima foi atingida por vários golpes de faca na região do abdome. 

A vitima conseguiu entrar em uma sorveteria e pedir socorro. O rapaz foi encaminhado por populares até o hospital 18 de Dezembro, na sequencia foi transferido para Campo Largo PR, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu durante a madrugada. 

O Brilhante trabalho dos Policiais Civis (Investigadores) resultou na identificação dos agressores. Após ouvirem testemunhas e realizarem todos os tipos de investigações possíveis, identificaram os sete suspeitos de terem cometido o crime. 

Durante as investigações, os policiais descobriram que depois do crime  os suspeitos maiores estariam se escondendo em uma barraca no meio da mata. As equipes de Arapoti com auxilio  das equipes de Jaguariaíva conseguiram realizar a abordagem, ainda durante a madrugada e prenderam seis envolvidos diretamente com o crime e mais um que dava cobertura aos suspeitos. 

Na casa de um dos suspeitos foi localizada uma arma de fogo carregada e com numeração suprimida (Raspada). A arma usada no crime foi localizada em uma caixa de descarga de um salão de eventos da cidade; depois do ocorrido eles foram até o local e dispensaram a arma. 

Assim nesta terça-feira serão julgados quatro dos envolvidos no fórum da comarca de Arapoti. Depois desse crime houve outras mortes e brigas entre grupos rivais que “podem” estar ligada a este caso.
Reações:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

 
Top