O Conselho da Comunidade entregou nesta segunda-feira (30) para a Cadeia Publica de Arapoti detectores de metal que irão auxiliar no trabalho dos agentes. A partir de agora Antes de visitar um preso será preciso passar pelos aparelhos. Além dos detectores em forma de raquetes que já conhecemos, agora, para evitar a entrada de armas e aparelhos celulares escondidos nas partes íntimas, foi entregue um equipamento que se parece com um banquinho. As pessoas sentam e caso tenham algum metal da cintura para baixo o sistema é acionado.
 

O detector de metais em formato de banco vai facilitar o trabalho das agentes do DEPEN que anteriormente era feito de uma forma constrangedora tanto para o parente do detento como para ao agente. No caso das mulheres, antes da visita íntima, além de passar pelos dois detectores elas serão vistoriadas de forma mais minuciosa. A medida é para evitar que elas entrem com drogas ou outros objetos introduzidos no corpo.







Reações:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

 
Top