CONTAGEM REGRESSIVA: Faltam quatro dias para o DIA D contra a gripe


Faltam quatro dias para o Dia D da campanha de vacinação contra a gripe, que ocorre neste sábado (12). Ao todo, 65 mil postos de vacinação de todos os estados ficarão abertos para reforçar a mobilização e proteger a população alvo que deve receber uma dose da vacina. Esse público é formado por crianças de seis meses até cinco anos incompletos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes, mulheres até 45 dias após o parto; população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional, pessoas com doenças crônicas ou com outras condições clínicas especiais, além dos professores da rede pública ou privada. É importante ressaltar que quanto mais rápido a pessoa for vacinada, mais rápido ficará protegida da doença, uma vez que existe um tempo entre receber a vacina e ficar livre da gripe, como explica a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, Carla Domingues.

“Quando eu recebo a vacina, eu demoro em torno de dois a três dias, e é nesse momento em que eu posso ter a febre, a dor local, um pouco de mal estar, que é quando o organismo está iniciando a produção de anticorpos. E por isso que dá essas reações. Mas mesmo assim, não é a partir do terceiro dia que eu estou protegido, porque o organismo ainda vai demorar mais alguns dias para completar a proteção e criar os anticorpos necessários para a proteção contra a doença. E esse período vai variar entre 10 a 15 dias”.

A expectativa do Ministério da Saúde é vacinar pelo menos 54 milhões de pessoas até 1º de junho, mas até agora apenas 11 milhões de pessoas receberam a vacina em todo o país. A transmissão do vírus da gripe ocorre por meio do contato com secreções das vias respiratórias, de uma pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. 

Reportagem, Janary Damacena.

Postar um comentário

0 Comentários

KELVE SUPERMERCADOS - MANIA DE VENDER BARATO



CONSTRÓI MATERIAIS E SERVIÇOS PARA CONSTRUÇÃO











ARAPOTI WEATHER