Operação em Arapoti apura desvios de mais de R$ 306 mil em safras de colégio agrícola.


Policiais cumprem mandados de busca e apreensão na manhã desta terça-feira (3), na região dos Campos Gerais do Paraná.
(Foto: Vanessa Rumor/RPC)

Policiais cumprem mandados de busca e apreensão na manhã desta terça-feira (3), em Arapoti; um dos alvos é a empresa Agropantanal. 

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) deflagrou, na manhã desta terça-feira (3) em Arapoti, nos Campos Gerais do Paraná, uma operação que investiga o desvio de mais de R$ 306 mil em safras de milho, de soja e de eucalipto plantadas no colégio agrícola da cidade.

A operação foi batizada de Usurpador. Ainda conforme o MP, está sendo apurada a existência de uma organização criminosa costituída por servidores do colégio agrícola, familiares deles e empresários da cidade.

Nesta manhã, cerca de 30 policiais militares em sete viaturas cumprem mandados de busca e apreensão no colégio agrícola; em uma empresa de comércio de grãos, a Agropantanal; em um posto de combustíveis; e nas casa do diretor e de um técnico do colégio agrícola.

Uma equipe de informática do Centro de Apoio Técnico à Execução também auxilia nas buscas nos computadores.

Nesta manhã, o G1 entrou em contato com a Agropantanal. Por telefone, foi informado que a direção da empresa está em reunião e que ninguém poderia atender no momento. O G1 tenta contato com a defesa dos outros investigados.

De acordo com o MP, os investigados podem responder por falsidade ideológica, fraude à licitação, peculado e outros crimes.

Fonte: G1 PR e RPC Ponta Grossa

Postar um comentário

0 Comentários

KELVE SUPERMERCADOS - MANIA DE VENDER BARATO



CONSTRÓI MATERIAIS E SERVIÇOS PARA CONSTRUÇÃO











ARAPOTI WEATHER