Há muito tempo o Voz do Povo vem alertando sobre o descaso com a nossa historia, no final da tarde desta terça-feira, vinte e um de novembro de 2017, a antiga estação ferroviária, que já esteve abandonada e depois de passar por uma restauração virou casa da cultura e agora novamente abandonada virou ponto para usuários de drogas, prostituição e até moradia. 


Com isso a velha estação não resistiu e sucumbiu, não pelo fogo; Sucumbiu pelo descaso, caiu diante do desrespeito de nossos governantes com a nossa historia; Durante anos ouvimos promessas de que tudo seria resolvido e nem as lagrimas (disfarçadas de chuva) daqueles que construiram a nossa historia, conseguiu salvar a “Velha Estação”. Não será necessário restaurar, agora terão que reconstruir.


ENTRE VARIAS PROMESSAS DE RESTAURAÇÃO, NO ULTIMO DIA 11, MARCIO PAULIKI POSTOU ESTE TEXTO EM SUA PAGINA DO FACEBOOK. 



Arapoti poderá ter a Casa da Memória Fabriquense.

"Neste sábado aconteceu mais um encontro anual das famílias que nasceram e cresceram na comunidade próxima a antiga fábrica de papel de Arapoti e que tenho um grande orgulho de também ser “fabriquense” por parte de pai! Inclusive pude anunciar que em parceria com a prefeitura de Arapoti vamos organizar a Casa da Memória Fabriquense possivelmente na antiga estação ferroviária. Valorizar o passado é acreditar no futuro! Vamos em frente!"











Reações:

Postar um comentário

 
Top