O presidente Michel Temer anunciou nesta terça-feira (21) uma série de medidas quem têm como objetivo reduzir os processos burocráticos e facilitar o acesso dos brasileiros às vagas de emprego disponíveis no mercado. Ao todo, quatro itens foram apresentados durante evento no Palácio do Planalto. São eles: a carteira de trabalho digital, o aplicativo Sine Fácil para o sistema iOS, cursos de ensino à distância de graça e o acesso ao seguro-desemprego via internet.

A Escola do Trabalhador é uma parceria do Governo Federal com a Universidade de Brasília, UnB, que vai oferecer 50 cursos à distância gratuitos. A expectativa é de que a iniciativa atenda aproximadamente seis milhões de pessoas. Os 12 primeiros cursos já estão disponíveis no site: escola.trabalho.gov.br. Quem estiver sem emprego no momento vai receber mais informações sobre o curso assim que fizerem o primeiro encaminhamento para o Seguro-Desemprego. O procedimento para o Seguro-Desemprego foi outro ponto que mudou. Agora, o cadastro ou a solicitação do documento podem ser feitos através do site empregabrasil.mte.gov.br, que já está funcionando.

O terceiro item apresentado foi a versão digital da carteira de trabalho. Em formato de aplicativo disponível para todos os sistemas operacionais, a ferramenta tem como meta facilitar o acesso a consultas e solicitações. O trabalhador poderá, por exemplo, solicitar a segunda via da carteira de trabalho física pelo aplicativo. Mesmo com a mudança, a carteira de trabalho física ainda será considerada um documento oficial.

A quarta medida foi o lançamento do aplicativo do Site Nacional de Empregos, o Sine, agora na versão 2.0, também disponível para o sistema iOS, da Apple. O aplicativo permite a busca por vagas de emprego em todo Brasil, a partir de qualquer smartphone ou tablet conectado a internet. Pelo aplicativo, a pessoa também pode marcar entrevistas e acompanhar a situação do Seguro-Desemprego.

Para o presidente Michel Temer, as medidas seguem uma tendência do atual governo.

“O principal fato que devo registrar aqui, é que penso que esse instante segue a regra do nosso governo, que é colocar o Brasil no século XXI, Eu acho que as últimas medidas tomadas, reveladoras de um grande impulso no combate ao desemprego, e agora na modernização que está se fazendo é que nos coloca definitivamente no novo século.”

As medidas são apresentadas um dia após a divulgação do Caged, que registrou a abertura de mais de 76 mil vagas de emprego em todo o país no mês de outubro. Os setores de Comércio, Indústria de Transformação e Serviços foram os destaques para o crescimento no mês.

Com a colaboração de Raphael Costa, reportagem, Tácido Rodrigues
Reações:

Postar um comentário

 
Top