Depois de sofrer pressão por parte dos motoristas da educação e da saúde e ter perdido a paciência com os trabalhadores que estavam lutando por seus direitos e mandado trancar a porta da sala de descanso dos motoristas, a prefeita teve que aceitar a derrota e encaminhou o anteprojeto de lei complementar numero 007/2017 para a câmara analisar. 


Por sua vez os vereadores que estavam de cabeça quente com a situação que eles criaram e para não ficar com a batata quente nas mãos, resolveram marcar uma sessão extraordinária para a próxima sexta-feira (10) para a aprovação do anteprojeto.


Então deixar claro a população que tudo volta ao normal, os ônibus da educação vão fazer o período da noite e os ônibus e vans da saúde vão sair de madrugada como sempre foi feito.

É isso que a população precisa entender, esta se sentindo prejudicado... Reclame se organize e faça valer os seus direitos. Parabéns aos motoristas da Saúde e da Educação pela demonstração de que vale apena lutar por nossos direitos e se a coisa não ficar de acordo... Vão à luta novamente.
Reações:

Postar um comentário

 
Top