Médico que trabalhou ao mesmo tempo em três cidades é acionado pelo MP.


Um médico que acumulou simultaneamente cargos em três municípios paranaenses é alvo de uma ação civil pública por improbidade administrativa ajuizada pelo Ministério Público do Paraná (MPPR). Entre junto de 2012 e junho de 2017, ele trabalhou ao mesmo tempo em Carlópolis, Siqueira Campos e Fartura (SP) e ainda atuou em três empresas particulares.

A investigação do MP indicou que a carga horária do médico ultrapassaria 100 horas semanais. “Ante a irregularidade da situação, dada a evidente impossibilidade de cumprimento da jornada de trabalho, configurando a não prestação do serviço para o qual foi contratado pelo poder público e o consequente enriquecimento ilícito, a ação requer a condenação do réu às sanções da Lei de Improbidade, como perda da função pública, suspensão dos direitos políticos e pagamento de multa civil”, divulgou o MP.

O Ministério Público pediu o bloqueio dos bens do médico que somam aproximadamente R$ 577 mil. A medida foi solicitada para garantir o pagamento da multa em caso de condenação.

Postar um comentário

0 Comentários

KELVE SUPERMERCADOS - MANIA DE VENDER BARATO



CONSTRÓI MATERIAIS E SERVIÇOS PARA CONSTRUÇÃO











ARAPOTI WEATHER