invasões em área do governo cresce em Arapoti.


Poucos se lembram da Vila sapé, eram várias barracos ao redor da linha férrea onde hoje e a linha Verde; por volta de 1990 esta vila teve a ajuda da comunidade, prefeitura, Colônia holandesa, Inpacel e Rotary clube; para elaborarem um projeto de desfavelamento e assim nasceu o projeto Humaitá; as famílias foram alocadas para o bairro onde hoje e conhecido por todos (Mais ninguém ganhou nada, as casas foram pagas pelos moradores). Se nossos governantes não se acordarem está história de favela pode se repetir. Veja devido à falta de moradias ás pessoas estão construindo barracos na faixa de domínio da RUMO (antiga RFFSA), no chamado 25 da linha e se não forem tomadas as devidas providencias logo teremos uma grande favela, agravando os problemas sociais do município.

O Inpacenter recém construído e ao fundo a Vila Sapé (Favela).

Mas o mais importante é fiscalizar a construção desses barracos e evitar que se forme uma nova vila Sapé, oque traria muitos problemas a essas pessoas e a sociedade em geral. 


Enquanto legislativo e executivo brigam pelo poder as coisas vão acontecendo e ninguem enxerga os verdadeiros problemas; Tá na hora de se unir e começar a construção das casas o mais rápido possível e dar moradias dignas a essas pessoas que realmente precisam antes que vire um grande problema social.


OBS: Antes que venham com a desculpa que é uma área pertencente ao governo federal; lembramos que as pessoas que ali estão são cidadãos arapotienses que estão passando por dificuldades e merecem respeito.






Postar um comentário

0 Comentários

KELVE SUPERMERCADOS - MANIA DE VENDER BARATO



CONSTRÓI MATERIAIS E SERVIÇOS PARA CONSTRUÇÃO











ARAPOTI WEATHER