COOPERATIVAS DA REGIÃO ESTÃO ENTRE MAIORES EMPRESAS DO PAÍS.

Castrolanda, Frísia e Capal ganham posições em relação ao último levantamento ‘Valor 1000’, que lista as 1.000 maiores empresas do Brasil em faturamento.

FOTO: SITE CAPAL
O cooperativismo dos Campos Gerais se destaca novamente entre as 1.000 maiores empresas do Brasil, de acordo com um ranking elaborado pelo jornal Valor Econômico, em parceria com a Serasa Experian e Fundação Getúlio Vargas. O levantamento ‘Valor 1000’ traz três cooperativas da região na lista: Castrolanda (Castro), Frísia (Carambeí) e Capal (Arapoti).

Esta é a 17ª edição do levantamento. Para chegar às mil maiores, as empresas são classificadas a partir de oito critérios: receita líquida, margem Ebitda, giro do ativo, margem de atividade, rentabilidade, cobertura de juros, liquidez corrente e crescimentos sustentável. Além disso, o anuário traz as campeãs das cinco regiões brasileiras e em 27 diferentes setores. Os dados foram computados com base no ano de 2016.

A mais bem colocada entre as cooperativas da região foi a Castrolanda, figurando na 214ª colocação – 34 posições acima do último ranking divulgado, que considera o ano de 2015, onde aparecia no 248º lugar. A receita líquida da empresa foi de R$ 2,69 bilhões. O posicionamento é resultado do apoio de 878 cooperados e 2.971 colaboradores da Castrolanda.

Na 251ª colocação aparece a Frísia, a segunda cooperativa mais bem ranqueada da região – subindo 38 posições em relação ao último levantamento, onde estava no 289º lugar. O faturamento da empresa, de R$ 2,2 bilhões, cresceu 21% em comparação a 2015.

Para o superintende da Frísia, os números do Valor 1000 configuram o desenvolvimento planejado e ​a estratégia de atuação da cooperativa nos últimos anos. “Este é o resultado de todo o trabalho, comprometimento e colaboração que nossos cooperados e colaboradores dedicam todos os dias à nossa Cooperativa”, avalia.

Fechando a listagem das cooperativas dos Campos Gerais, a Capal aparece na 400ª colocação. Com sede em Arapoti, ela foi a que mais avançou - saindo da 500ª colocação, em 2015. A receita líquida da empresa fechou o ano passado em R$ 1,29 bilhão.

Sicredi aparece entre líderes do setor financeiro
O cooperativismo está presente também no ranking do Valor 1000 referente ao setor financeiro. A cooperativa de crédito Sicredi ocupa a 11ª classificação entre os 100 maiores bancos brasileiros. O Sicredi está ainda em 8º lugar entre os 20 maiores em operações de crédito; em 6º entre os 20 maiores em depósitos totais; em 7º entre os 20 maiores em patrimônio líquido; em 7º entre os 20 maiores em lucro líquido; e em 9º entre os 20 maiores em receita de intermediação.

Cooperativas do PR figuram entre maiores do Sul
Na lista das 50 maiores empresas do Sul do país, há 13 cooperativas, entre as quais 11 são paranaenses: Coamo (4º), C.Vale (10ª), Lar (15º), Cocamar (21º), Copacol (24º), Integrada (29º), Castrolanda (30º), Agrária (33º), Frísia (43º), Frimesa (44º) e Coopavel (46º).

TEXTO: A REDE - PONTA GROSSA.

Postar um comentário

0 Comentários

KELVE SUPERMERCADOS - MANIA DE VENDER BARATO



CONSTRÓI MATERIAIS E SERVIÇOS PARA CONSTRUÇÃO











ARAPOTI WEATHER