Muito já se foi falado dos problemas enfrentado pelas policia civil, militar e agente penitenciário; a superlotação não é novidade para ninguém, problemas de infraestrutura, problemas com a falta de agentes e com isso a policia civil tem que fazer o papel de agente.


Desde o inicio do ano muito tem se falado desses problemas e em um curto período de tempo a coisa se complicou de verdade, pois no dia 21 de Abril tivemos uma rebelião onde um carcereiro foi feito refém e o motim durou 24 horas e durante a negociação para a libertação do agente penitenciário teve-se que negociar com o comando do PCC. Quando tudo parecia calmo uma tentativa de fuga na madrugada do ultimo dia 21 de maio, que devido ao comprometimento da policia e agentes penitenciários, foi evitado à fuga em massa de presos.


Na ultima segunda-feira (22) a tropa de choque, junto com a policia militar fizeram uma revista nas celas (BATE GRADE) e conseguiram recolher diversas barras de ferro, pedaços de serra, facas artesanais, celulares, chip e carregadores de celular e outros objetos que estavam nas mãos dos presos.


Por volta das 10 horas da manhã deste domingo (28) conforme informações atualizadas da Policia Civil foram seis detentos que conseguiram fugir de dentro da cadeia, arrebentaram a cerca elétrica e pularam o muro usando um galinheiro (Que se quebrou) do vizinho da delegacia como escada, e em seguida pularam para outro terreno e ganharam a rua.


Conforme informações de pessoas que transitavam pela Rua José Isidoro da Silva os detentos comemoraram a fuga e seguiram em direção ao antigo “PINUS”.


A policia civil e militar saiu em busca dos fugitivos e agora no final da tarde conseguiram recapturar um detento. As buscas continuam e assim que possível traremos mais informações sobre esta novela que virou a segurança publica em Arapoti.






Reações:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

 
Top