TEXTO: ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO PREFEITURA DE ARAPOTI

A Prefeitura Municipal de Arapoti e o Senai promoveu nesta manhã (04), no Centro Estudantil, uma reunião com a classe empresarial para esclarecer e prestar informações sobre o programa “Jovens Aprendizes”.

A apresentação do tema ficou por conta do SENAI, que destacou a importância de estar em harmonia com o que determina a Lei, e pontuou os benefícios de ter no quadro funcional um Jovem Aprendiz, seja na área de produção ou Administrativo.


A Lei Federal 0097/2000 que trata da aprendizagem, foi regulamentada através do decreto Federal nº 5.598/2005, e determina que as empresas de médio a grande porte devem possuir uma porcentagem equivalente a 5% e 15% de jovens aprendizes em trabalho e/o estágio, sendo que estes demandem alguma função dentro da empresa.

A contemplação dessa Lei faz com que o município convide as empresas locais para obter esclarecimentos e informações necessárias sobre a implantação e fiscalização desse diploma.

O Prefeito Municipal, Braz Rizzi, destacou a necessidade de capacitar nossos jovens e de ter a parceria dos empresários na contemplação do projeto.


Rosi Rogenski Ferreira, Secretária de Educação, falou do trabalho realizado com os jovem aprendiz que atuam na área administrativa e acrescentou que o município esta na terceira turma de formação do curso.

O Secretario de Desenvolvimento econômico, Claudinei José Moreira, destacou o índice estatístico que a população jovem representa em nosso município: “14,68% da polução Arapotiense esta entre 15 á 19 anos. E 12,05% esta entre 20 á 24 anos, (Fonte: IPARDES)”. Acrescentou ainda, que esta proposta é uma das vertentes que o governo municipal vem trabalhando no sentido de capacitar e gerar emprego. Outras no mesmo molde deverão acontecer na sequência.

Participaram da reunião os Vereadores Divair da Silva e Ricardo Pedroso que demonstraram seu interesse pelo tema e preocupação com o cumprimento da Lei.


“O município de Arapoti entende que é preciso uma integração entre os poderes e sociedade para que se estabeleça uma diretriz de desenvolvimento econômico e social, no mesmo teor existe uma preocupação no que tange a fiscalização do Ministério do Trabalho nas empresas que por ventura não estiverem esclarecidas sobre as prerrogativas da Lei Federal 0097/2000. Nossa proposta ao promover a reunião é trazer aos Empresários e colaboradores as informações pertinentes através do SENAI e oportunizar a implantação do projeto JOVEM APRENDIZ NO SETOR DE PRODUÇÃO”, finalizou Moreira.




Reações:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

 
Top