Atenção empresas dos setores de Alimentos e Bebidas, Moveleiro e Metalmecânico: o Ministério da Indústria lançou um programa que melhora o rendimento da linha de produção em até 20%. 

Imagine um processo que auxilia sua empresa a ganhar até 20% em produtividade.

Esse processo existe e é chamado de manufatura enxuta.

O ponto inicial é o diagnóstico em uma determinada linha de produção. A partir da análise, são sugeridas mudanças de layout e de escopo para eliminar os desperdícios.

Essa metodologia está disponível para pequenas e médias indústrias por meio do programa Brasil Mais produtivo. O projeto é uma iniciativa do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços em parceria com o Senai e outras organizações. No Paraná, o Senai será responsável pelo atendimento de 200 empresas dos setores Moveleiro, Metalmecânico, e Alimentos e Bebidas.

Para mais informações e inscrições, os empresários devem entrar no site brasilmaisprodutivo.gov.br.

Para saber mais sobre a consultoria do Senai, acesse: senaipr.com.br


===========================================



Um curso que tem a praticidade da Educação à Distância, mas com a orientação de um professor em alguns módulos, para a prática: saiba mais sobre os cursos técnicos semipresenciais 

A Educação a Distância é a modalidade de ensino que mais cresce no Brasil, segundo o MEC. Mas para os cursos técnicos, muitas vezes, a presença de um instrutor é fundamental, para orientar o aluno com o manuseio de materiais e equipamentos.

De olho nesse novo cenário, o Senai no Paraná está ofertando cursos na modalidade semipresencial. São sete cursos em 12 unidades do Senai.

As aulas levam o ensino profissionalizante a um perfil específico de público que tem restrição de horários e que quer se atualizar para ingressar na indústria, ou para se recolocar no mercado de trabalho.

A aula inaugural será no dia 17 de abril. O edital com a lista de documentos para a inscrição e os cursos disponíveis estão no sitesenaipr.com.br/cursos-tecnicos.
Reações:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

 
Top