Os nove municípios sob responsabilidade do 1º Batalhão de Polícia Militar tiveram seu policiamento reforçado nesta sexta-feira (28/04), em virtude das manifestações populares.

Em Carambeí, no período matutino, oito pessoas se reuniram em frente à garagem de uma empresa de transporte coletivo, no Bairro Boqueirão. No município de Piraí do Sul, aproximadamente cinquenta manifestantes exerceram sua liberdade de expressão à Praça Francisco Siofy, descendo em passeata pela Avenida 5 de Março, até a sede da Prefeitura Municipal. Em ambos os municípios, os manifestos ocorreram pacificamente. 

Em Ponta Grossa, por volta de 7h30min, cerca de quarenta pessoas se reuniram próximo à sede de uma empresa de transporte coletivo, no Bairro Jardim Carvalho, impedindo a saída dos ônibus. Houve um princípio de tumulto e o parabrisas de um dos veículos acabou danificado. A situação se normalizou antes da chegada da PM.

A maior concentração ocorreu às 10h, na Praça Barão de Guaraúna. Cerca de 500 pessoas participaram do manifesto, que percorreu a Avenida Vicente Machado, até o Parque Ambiental Governador Manoel Ribas. Horas depois, aproximadamente sessenta manifestantes obstruíram o acesso de coletivos ao terminal central de transporte. Encerrado o período de paralização inicialmente previsto, vários participantes recusaram-se a desbloquear a via. Houve intervenção policial e três manifestantes acabaram detidos, acusados de desobediência, desacato e perturbação do trabalho.

Nas cidades de Palmeira, Porto Amazonas, Castro, Sengés, Jaguariaíva e Arapoti não houve registros de manifestações.

Ponta Grossa, 28 de abril de 2017.
Reações:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

 
Top