Antonio Marques/AM3 Conteúdo
                                                                                                                            
Os moradores de Siqueira Campos mostraram indignação nos últimos dias com as frequentes e longas interrupções no fornecimento de água na cidade. Além da falta de água, outro problema tornou-se constante, mas dessa vez por parte do usuário que não faz um bom aproveitamento da água, muitas vezes desperdiçando.


Para acompanhar o trabalho da Sanepar e conscientizar os siqueirenses quanto ao uso correto da água, o vereador Jean Carlos Rocha (PSL) está apresentando um projeto de lei propondo a criação da Ouvidoria Municipal de Defesa da Água em Siqueira Campos, que a princípio seria vinculada ao Departamento de Meio Ambiente. “A ouvidoria irá receber e apurar denúncias, reclamações e comunicações sobre o fornecimento e o aproveitamento da água no Município de Siqueira Campos”, conta o vereador.

A ouvidora também realizará diligências, sempre que necessário para suas investigações, além de manter contato permanente com a Sanepar para solucionar de forma rápida as ocorrências de interrupções no fornecimento, vazamentos e outras deficiências no serviço. “Quando for o caso, a ouvidoria poderá encaminhar ao Ministério Público as conclusões obtidas pelas investigações realizadas”, acrescenta Jean Rocha.

Estrutura

Segundo o vereador, a ouvidoria atenderia a população através de um serviço telefônico gratuito com a finalidade de receber reclamações e denúncias. A ideia também é promover seminários, campanhas e cursos visando à conscientização da população quanto à necessidade de preservação da água, evitando-se a poluição e o desperdício, além de realizar estudos voltados para a preservação da água. Além da comunidade, entidades locais também poderão fazer as denúncias e sugerir soluções. “O prazo para a conclusão das investigações é de trinta dias, a contar da comunicação do fato à ouvidoria”, concluiu o vereador.

Procurada pela reportagem, a Sanepar não retornou para falar sobre o caso das constantes falta de água na cidade.
Reações:

Postar um comentário

 
Top