A constante onda de roubo de celulares vinha assustando a população jacarezinhense desde o fim do ano passado.


Na manhã de terça-feira, dia 10, dois adolescentes de 17 anos foram capturados após tentativa frustrada de roubo de celular. A ação ocorreu na Avenida Manoel Ribas, próximo ao Colégio Rui Barbosa. O que os meliantes não contavam, é com a presença de um PM de folga pelas proximidades do local do crime.

A vítima, uma garota de 19 anos, foi surpreendida por três indivíduos que subtraíram seu celular da marca Samsung. O PM que estava pelas proximidades, entrou em luta corporal com um dos envolvidos e recuperou o objeto; entretanto, os meliantes conseguiram se evadir.

Os criminosos adentraram a mata do parque ecológico sendo acompanhados pelas equipes da polícia militar de Jacarezinho. O PM que acompanhou toda a ação criminosa conseguiu capturar um dos autores, o qual resistiu à apreensão, mas foi contido logo na sequência.

O segundo indivíduo foi encontrado pela equipe de jacarezinho próximo ao pontilhão, na BR-153; já o terceiro, conseguiu se evadir. Mesmo logrando êxito na fuga, a PM conseguiu coletar informações importantes para a caracterização e posterior localização do suspeito.

Um dos menores apreendidos na ação será investigado em outro roubo de celulares ocorrido em 02/01/2017, conforme BOU 6223. A vítima deste primeiro roubo (dia 2) repassou as características do autor, que após analisadas pelos PMs mostrou-se muito semelhantes a de um dos menores envolvidos neste novo crime. Desta forma, os PMs acionaram a vítima que imediatamente reconheceu um dos menores como autor do crime. 

Assim, a PM, a qual não mediu esforços no cumprimento de suas missões, vem procurando dar uma resposta efetiva a população jacarezinhense após o drama vivido nos últimos meses.
Reações:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

 
Top