Esta rodovia é importante para o escoamento da produção de papel BO Paper (INPACEL), da safra e a produção de leite da região do Olaria, Barra Mansa, Gleba “B” e “D”, Mangueirinha e São José da Boa Vista. 

Em toda sua extensão a rodovia deve ter entre 8 a 10 Km asfaltado que esta toda esburacada e vem causando acidentes, o local mais critico é próximo ao Aeroporto, que tem vários buracos nas curvas e isso é um perigo principalmente em dias de chuva quando ficam encobertos pela água; antes da entrada da Gleba "B" tem uma curva mansa, mas longa e cheia de ondulações que é uma armadilha para os mais apressadinhos.


Nesta semana (31/12 a 07/01) aconteceram dois acidentes relativamente graves. No Sábado (31) o condutor de um corola perdeu o controle do veículo e acabou capotando próximo ao Aeroporto, não tivemos informações de vitimas com ferimentos. 


Na ultima quinta-feira (05) a condutora que não quis se identificar, perdeu o controle do carro ao cair em um buraco, rodou em cima da pista e só parou no meio do mato, ainda meio assustada com o que aconteceu ela falou a nossa reportagem. “Por sorte só foi o susto e os prejuízos materiais, mas poderia ter acabado em uma coisa muito pior”.


A reportagem do VOZ DO POVO foi ver como esta a situação da rodovia e em vários pontos a situação esta critica mesmo. Vejam as Fotos.

Buracos em saídas de curva, que  com chuva são uma verdadeira armadilha.

Outros que são verdadeiras crateras

Pista com p piso irregular um perigo  para os mais apressados.



E comum veículos trafegarem na contra-mão para desviar dos buracos

E o movimento  de carros e motos é intendo e nos dias de semana tem os caminhões para complicar mais ainda.


Outros vão zig-zagueando pela pista para tentar se livrar dos buracos


Aqui os carros estão passando por fora da pista para desviar dessa cratera.


Agora fica uma pergunta, de quem é a responsabilidade da conservação? Da prefeitura, da Arauco ou da BO Paper?

Se formos analisar friamente a responsabilidade é da prefeitura, pois é uma Rodovia Municipal (DR-01) e na verdade os impostos que a fabrica e Arauco pagam não devem ser pouco e estão gerando uma quantia significativa de empregos e mereciam um pouco mais de atenção por parte da administração municipal.

Por outro lado as empresas também deveriam contribuir para melhorias em nosso município, pois na verdade são eles os mais prejudicados com esta situação, já que usam diariamente esta rodovia.

Um exemplo disso é o trabalho que a Klabin esta iniciando em Telêmaco Borba.

Klabin inicia obras de melhorias na PR-160 em Telêmaco Borba (PR) 

Motoristas devem redobrar a atenção no trecho durante esse período

Paraná, 5 de janeiro de 2017 – A Klabin, maior produtora e exportadora de papéis do Brasil e líder nos segmentos de embalagens, papelão ondulado e sacos industriais, inicia neste mês as obras de implantação da terceira faixa da rodovia PR-160 e alargamento das duas pistas da ponte sobre o Rio Tibagi, em Telêmaco Borba (PR). As obras visam beneficiar toda a população da região, impactando, principalmente, na fluência e segurança do trânsito no local e na travessia dos pedestres.

As melhorias serão executadas pelas empresas contratadas Tucumann e CSC Engenharia, por meio de projetos aprovados pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR), que também fará a supervisão da execução dos serviços. As obras integram o protocolo firmado entre a Klabin e o governo do Estado do Paraná, que prevê que o investimento realizado nestas obras seja descontado de parte do ICMS a ser pago pela empresa.

Implantação de terceira faixa
O projeto prevê a implantação da terceira faixa em duas fases: a primeira, com previsão de conclusão no mês de junho, contemplará o trecho da rodovia que liga a Portaria 2 da fábrica da Klabin até a Portaria 3; na segunda etapa, que vai até dezembro, serão realizadas as obras entre a ponte do rio Tibagi e o viaduto de Telêmaco Borba. Serão realizados também trabalhos de terraplanagem, drenagem, pavimentação e melhorias ambientais nos trechos.

                                                                Crédito da imagem: CSC Engenharia

Alargamento e reforço da ponte sobre o rio Tibagi
A ponte sobre o rio Tibagi será reforçada para receber acostamento em ambas as pistas e uma passagem para pedestres, para dar mais segurança à população. Os trabalhos de melhorias na ponte serão realizados junto com as obras da terceira faixa, já a partir deste mês de janeiro.

Segurança
Durante o período de obras, com previsão de duração de 12 meses, o tráfego no local será realizado em meia pista na maior parte do tempo, em sistema de pare e siga. Por conta da presença de trabalhadores e máquinas na rodovia, a Klabin solicita à população que redobre a atenção ao passar pelo local, respeitando sempre a sinalização e os limites de velocidade. As empresas contratadas para a execução das obras farão toda a sinalização necessária para garantir a segurança no local.

Em caso de dúvidas, comentários ou sugestões, a comunidade pode entrar em contato com a Klabin pelo telefone 0800 728 0607 ou pelo e-mail faleklabinpr@klabin.com.br.

Durante esta semana estaremos nos informando das medidas que poderão ser tomadas para amenizar o problema.











Reações:

Postar um comentário

 
Top