Segundo oficio 088/2017 do Ministério Publico foi arquivado o Inquérito Civil em que Marcos Rizzi (Construbraz) figurava como denunciado.

O inquérito foi instaurado em face da denuncia que o filho do prefeito e proprietário do material de construção estaria entregando materiais para as obras da prefeitura municipal o que é ilegal.

Ocorre que a empresa denunciada estava entregando material de construção para a ganhadora da licitação, o que não é proibido, pois a ganhadora da licitação pode comprar o material com menor preço ou que atenda suas necessidades de quem desejar. 

Assim sendo a denuncia foi arquivada e a negociação entre a Construbraz e a MedicSeg foi legal e não é imoral.



SEGUE ABAIXO OFICIO ENVIADO PELO MINISTÉRIO PUBLICO.








Reações:

Postar um comentário

 
Top