Segundo oficio 088/2017 do Ministério Publico foi arquivado o Inquérito Civil em que Marcos Rizzi (Construbraz) figurava como denunciado.

O inquérito foi instaurado em face da denuncia que o filho do prefeito e proprietário do material de construção estaria entregando materiais para as obras da prefeitura municipal o que é ilegal.

Ocorre que a empresa denunciada estava entregando material de construção para a ganhadora da licitação, o que não é proibido, pois a ganhadora da licitação pode comprar o material com menor preço ou que atenda suas necessidades de quem desejar. 

Assim sendo a denuncia foi arquivada e a negociação entre a Construbraz e a MedicSeg foi legal e não é imoral.



SEGUE ABAIXO OFICIO ENVIADO PELO MINISTÉRIO PUBLICO.








Reações:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

 
Top