Depois de muitos problemas, falatórios e disque me disque a rodoviária de Arapoti foi entregue a população que pedia uma solução para o problema.

Em meados de 2014 foi dado inicio a obra de reforma do Terminal Rodoviário de Arapoti, não demorou muito e a reforma parou por falta de repasses do governo do estado e durante todo o período a obra continuou neste vai e vem. Começava e depois de um mês parava novamente por falta de dinheiro.

Por varias vezes o prefeito tentou terminar a reforma com dinheiro próprio (Da prefeitura) e esbarrou na intransigência do estado que sempre colocou obstáculo e não permitiu que fosse desfeito o contrato e assim o município ficou impedido de terminar a obra com recursos próprios, pois caso fizesse poderia ser enquadrado na lei de responsabilidade fiscal.

A população sem saber oque estava acontecendo, fazia criticas e mais criticas ao prefeito.

Depois de passar um bom tempo chovendo mais dentro que fora da rodoviária, depois de passar dois anos e meio em obras que parecia não ter fim e o povo tendo que enfrentar sol e chuva, a falta de segurança e tudo mais; a agonia que parecia não ter fim acabou. A população recebeu uma “Nova Rodoviária” com mini restaurante, banheiros adaptados, fraldaria, sala de espera e todo conforto que a população de Arapoti e os passageiros merecem.

Em seu pronunciamento o prefeito disse que é uma alegria imensa para ele ver mais este sonho da população realizado e que no próximo mandato outras obras e reformas serão executadas.

Parabéns, ao prefeito Braz, ao Secretario de infraestrutura Reginaldo Felisbino e aos trabalhadores que por muitas vezes com salários atrasado e outras dificuldades não desistiram.





























Reações:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

 
Top