O fim de ano chegou e, com ele, o tão aguardado verão: calor, tempo bom e, o mais importante para as crianças, as férias! Nada como um bom banho de mar para se refrescar nessa época, não é mesmo? Praias, piscinas, rios e lagoas são os mais procurados para as horas de divertimento. Mas o que passa despercebido, em meio a toda essa diversão, é a falta de atenção com os possíveis afogamentos que podem vir a ocorrer.

Embora as crianças sejam as vítimas mais comuns, os adultos não estão fora de risco. Portanto, é importante redobrar a atenção, valendo a pena seguir algumas dicas de prevenção contra afogamentos para não transformar suas férias em desastres.




Vejam as noticias.

Duas mortes por afogamento no domingo (25) na região dos Campos Gerais. Em Sengés Alessandro Aparecido Santos, de 19 anos, perdeu a vida ao se afogar em um açude no interior de uma fazenda no bairro Serraria Velha.

Durante a tarde, bombeiros de Jaguariaíva foram acionados para fazer buscas em uma fazenda às margens da PR-239. De acordo com as informações, um homem havia desaparecido ao entrar no Rio das Cinzas.

Já quase no final da tarde, o corpo de Luiz Carlos de Almeida, de 44 anos, foi encontrado boiando no rio. A vítima foi resgatada e o corpo encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa.

Já na noite desta segunda-feira (26) uma tragedia no norte do Parana.

Embarcação vira e jovens morrem afogados...
Cinco adolescentes, residentes em Foz do Jordão, podem ter morrido afogados enquanto nadavam na região do alagado, nas proximidades da BR 373, em Candói.

O Corpo de Bombeiros de Candói e de Guarapuava foi acionado por volta das 21 horas desta segunda dia 26, para atender a ocorrência.

Três corpos foram retirados da água já sem vida e outros dois continuam desaparecidos. As buscas devem ser reiniciadas pela manhã desta terça dia 27.

As vítimas são todas adolescentes, sendo dois rapazes e três moças.

O Instituto Médico Legal de Guarapuava (IML) foi acionado para recolher os três corpos já retirados da água.

Os nomes somente serão divulgados após confirmação oficial.


Dicas para evitar acidentes em água:

-Evitar nadar sozinho; 
-Não tomar bebida alcoólica antes de entrar na água; 
-Não imergir em água após lanches e refeições; 
-Não se afaste da margem; 
-Não salte de locais elevados para dentro da água; 
-Não tente salvar pessoas em afogamento sem estar devidamente habilitado; 
-Prefira lançar objetos flutuantes (bolas, bóias, isopores, madeiras, pranchas e outros) ou então corda para salvar pessoas ao invés da ação corpo a corpo; 
-Não deixar crianças sozinhas, sem a presença de um adulto responsável; 
-Identifique nas proximidades a existência do salva-vidas e permaneça próximo a ele; 
-Olhar a sinalização do local, pois a mesma indicará se o local é próprio para banho ou não; 
-Evite brincadeiras de mau gosto como os conhecidos "caldos"; 
-Evite navegar com carga em excesso; 
-Prestar atenção na água, muitas vezes a observação é suficiente para perceber alterações que levam a concluir se ela está poluída ou é perigosa para prática de banho; 
-Tomar cuidado em caminhar sobre as superfícies rochosas, pois podem estar escorregadias e a pessoa cair e/ou se cortar; 
-Somente conduza embarcações se for habilitado e longe dos banhistas; 
-Instruir a criança do perigo existente em entrar em águas mais profundas ou ficar só; 
-Evitar brincadeiras fingindo que está se afogando, pois além de perturbar a paz pública, havendo um afogamento verdadeiro as pessoas podem não dar importância pensado em se tratar de outra brincadeira de mau gosto. 
-A qualquer problema ligue imediatamente para o Corpo de Bombeiros, para que o mesmo oriente e venha em auxilio à vítima.
Reações:

Postar um comentário

 
Top