Depois de anos e anos de discussões, promessas que nunca se concretizaram, audiências Publica na Câmara de Vereadores e na Vila Rural; a população disse não para a SANEPAR,  muitas viagens dos moradores para falar com os prefeitos e dizer que estavam inconformados com a situação de ter que tomar a água mesmo sabendo que era impropria para o consumo humano.

Analises foram feita e confirmaram existir coliformes e bactérias muito além do permitido pela vigilância Sanitária; os médicos alertavam para as doenças que poderiam acontecer caso nada fosse feito.

Como é uma VILA RURAL e as pessoas precisam da água para molhar as plantas e dar de beber aos animais, havia o medo de alguns moradores que a SANEPAR assumisse; Além do alto valor cobrado pelos 10 metros cúbicos; o medo de que isso não fosse o suficiente para suprir as necessidades e o valor cobrado fosse mais alto ainda. 

Para resolver de uma vez a questão a atual administração comprou e instalou na ultima terça-feira (09) uma BOMBA DOSADORA com capacidade para suprir as necessidades da Vila Rural. Basta colocar pastilha de cloro para que seja melhorada a qualidade da água (Potável) que vai ser consumida pelos moradores.

BOMBA DOSADORA:
Bombas dosadoras são equipamentos projetados para bombear uma quantidade precisa de fluido com uma altíssima precisão, podendo chegar até 0.05 % em algumas aplicações. Em tratamento de água, cloração de água potável, injeção química de alta pressão offshore ou petroquímica.

CLORO:
Descoberto há mais de 150 anos, o cloro é um elemento essencial para a vida moderna. 85% dos remédios contém ou são fabricados com uso do cloro. Ele é fundamental na obtenção de medicamentos para tratamento de moléstias do coração, hipertensão, câncer, AIDS, pneumonia, alergias, diabetes e meningite.

Ele é imprescindível para o tratamento da água a ser consumida.

O seu poder desinfetante destrói diversos agentes infecciosos, bactérias e microrganismos.



Reações:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

 
Top