Willians de Jesus Bubna, protagonista do episódio que deixou Joaquim Távora e cidades da região em pânico esta semana com a suposta revelação de que teria a intenção de assassinar dezenas de pessoas no município foi espancado por populares na noite desta sexta-feira, 5.
Segundo apurado pela reportagem, Bubna foi detido pela PM por perturbação de sossego e encaminhado à Delegacia de Joaquim Távora. No entanto, assinou um Termo Circunstanciado (TC) e deixou a unidade.



Em seguida, ele retornou ao bar onde teria causado o tumulto e novamente se envolveu em confusão. Desta vez, porém, um grupo de pessoas o espancou. Ele foi socorrido e encaminhado ao pronto-socorro bastante ferido, mas não corre risco de morte.
O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Medida cautelar
De acordo com a Polícia Civil, Bubna já deveria estar preso por descumprir as medidas cautelares que o beneficiaram. Além disso, uma testemunha informou em depoimento na 37ª DRP que ele a revelou sobre a intenção de praticar o crime coletivo na cidade. Entretanto, a Justiça ainda não acatou o pedido de prisão preventiva do suspeito solicitada pela PC.

Acusado nega
Willians de Jesus Bubna nega as acusações. Na quinta-feira, 4, ele divulgou um vídeo onde reconhece os erros do passado e pede às pessoas que o deixem em paz.

IMAGEM E INFORMAÇÃO:  NPTV - A Primeira Emissora de Tv OnLine do Norte Pioneiro.
Reações:

Postar um comentário

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do VOZ DO POVO. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O VOZ DO POVO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

 
Top