O sistema de vistoria eletrônica de veículos do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) agora está disponível também em 25 postos de atendimento conveniados com as prefeituras, o que torna o procedimento obrigatório mais rápido, fácil e seguro. O objetivo é ampliar o serviço para os 214 postos do Estado que executam exclusivamente processos de veículos, como o primeiro emplacamento, 2ª via de Certificado de Registro de Veículo (CRV), Certificado de Licenciamento de Veículo (CRLV), alteração de característica. 


“Por meio de um aplicativo de celular, é possível incluir fotos de cada item vistoriado e preencher de informações de placa, renavam e chassi e características do veículo, além danos e avarias”, explica o diretor-geral do Detran, Marcos Traad. De acordo com ele, esse processo já é realizado por vistoriadores do Detran em todas as Ciretrans e também por despachantes credenciados ao órgão. “Nosso objetivo é que todos os postos adotem esse processo e, assim, teremos padronização, agilidade e segurança ”, completa ele. 

Os primeiros postos a oferecer o novo serviço são os de Agudos do Sul, Ampére, Ariranha do Ivaí, Boa Esperança do Iguaçu, Cafezal do Sul, Cambira, Colombo, Cruzeiro do Iguaçu, Honório Serpa, Indianópolis, Jataizinho, Leópolis, Lupionópolis, Cândido de Abreu, Paranacity, Pérola, Pinhais, Piraquara, Porto Amazonas, Primeiro de Maio, Quatro Barras, Rio Branco do Sul, Santana do Itararé, São Carlos do Ivaí e São José Das Palmeiras. 

RESULTADOS - Desde janeiro deste ano, quando o aplicativo de vistoria eletrônica de veículos foi lançado no Estado, foram feitas 634.647 mil vistorias realizadas com esse sistema. Com transmissão via wifi 3G ou 4G, o tempo de execução das vistorias caiu de 10 minutos, em média, para até 5 minutos.


Reações:

Postar um comentário

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do VOZ DO POVO. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O VOZ DO POVO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

 
Top