INVASÃO NAS CASAS SUB 50, POLICIAL, GESTÃO DA SAÚDE, CRIANÇAS NA RODOVIA, VACINAS, TAPAS BURACOS, FORAM NOTICIAS NA MANHA DA RADIO ARAPOTI 1.570 DESTE SABADO.



Sábados de manhã a Radio Arapoti, 1570 AM, abre seus microfones para a população fazer suas reclamações. Sua participação através dos telefones ou pelas redes sociais, sempre com o objetivo de levar a verdadeira informação.



INVASÃO NAS CASAS DA SUB 50: Vendo o descaso do Governo do Estado do Paraná e Cohapar, em resolver a situação das casas construídas pela Companhia de Habilitação do Paraná, próximo à Vila Santo Antônio, onde algumas famílias de Arapoti realizaram nesta manhã por volta das 6H30MIN uma invasão das casas, a justificativa que eles dizem é que estão vivendo com dificuldades financeiras e não podem pagar mais o aluguel, pois alguns estão desempregados e não acham justo as casas que foram construídas com o “dinheiro do povo”, estarem abandonadas e sendo destruídas por vândalos. 


“ Eu pago aluguel, Arapoti não tem emprego, estou passando por dificuldades, e invadi sim” conta uma Arapotiense.

Daiane disse: “O local aqui está sendo usados por “vândalos”, drogados e para fazer sexo”.


Priscila já disse: “Não estou aqui para dar Ibope para ninguém, preciso de uma moradia, e vamos invadir sim, vejam como esta isso aqui, porta não tem mais, vasos sanitários foram roubados, vidros, encanamentos e fiação elétrica foram roubadas, o aluguel em Arapoti está caro demais, pago R$: 400,00 de aluguel,  no final do mês não sobra nada, é difícil; quanto a pagar a mensalidade nos também pagamos, basta que tragam a documentação e começamos a pagar” desabafa. 


A Suelem que esta gravida também falou: “A grande dificuldade é a falta de emprego e ter que pagar aluguel, e que não estão ali por bonito e sim por não ter outra opção diante da situação financeira do país; que a intenção é arrumar e cuidar das casas e pagar as mensalidades das casas”.


A situação é esta: A prefeitura comprou o terreno, pagou e fez a doação para a Cohapar, (Companhia de Habilitação do Paraná), por esta a companhia nos trâmites legais, como manda a lei. A companhia por sua vez através de licitação contratou uma empreiteira, que fez a obra, mas não entregou as chaves para o prefeito. Por sua vez o prefeito disse que não pode receber as casas desta maneira e disse que não tinha responsabilidade com a segurança das casas porque a empreiteira não entregou as chaves. 


Não queremos aqui defender (a ou B) não é este o caso, mas o prefeito está com a razão, ele não pode fazer absolutamente “nada”, e na verdade ele fez o que pode; que foi se reunir as pessoas envolvidas, e pedir uma solução junto ao Governo do Estado, pois não tem “competência” administrativa, neste caso para resolver o problema, se ele colocar um “prego” nas casas, ele não tem como prestar contas disso, pois a obra é do Estado.

Enquanto isso, a INVASÃO acontece; E o problema maior disso é que os “invasores”, não são os contemplados, agora já virou uma questão jurídica, e os Advogados da Cohapar, do Governo do Estado e os da Prefeitura terão muito trabalho. 

"Mas o que fica é um grande exemplo de que é melhor resolver a situação na hora certa e antes que o problema cresça". 

GESTÃO DA SAÚDE EM ARAPOTI:
Por várias vezes relatamos aqui os acontecimentos na nossa saúde, diversas reclamações foram feitas, e o problema continua. Desta vez foi o desabafo de uma internauta.

Veja: PARA TODOS OS ARAPOTIENSES 

Fico triste com a situação de nossa cidade, indignada, revoltada e todos as outras coisas que qualquer ser humano sente mais muitas vezes se cala, volta para casa triste, lamenta mais não tem argumentos ou simplesmente tem medo, pois sabe que vai precisar muitas outras vezes e então como será atendido, o que irão dizer? Então a favor de todos e sem querer dizer que a culpa e desse ou daquele, pois na verdade nem sei quem é negligente, quem desrespeito... Continuar lendo ( https://www.facebook.com/rosilda.barrosvieira/posts/1118584608183163).

Este foi é o relato de uma moradora que sofre com os problemas de gestão da nossa saúde.


No Posto do Aratinga: Pacientes que reclamam dizendo que compareceram na unidade, porque estava agendado uma consulta, e ao chegar à atendente disse que o medico não estaria atendendo neste dia. Custava ligar para o paciente? A demora no agendamento nos exames médicos, falta de medicamentos, em fim é uma “tristeza” a nossa saúde pública, que sofre por problemas de gestão.





AMBULÂNCIA NA DEFESA CIVIL:
Ou melhor, a sua falta, é que ha muito tempo não tem mais! você consegue imaginar uma defesa civil sem ambulância? Pois é isso acontecesse em Arapoti, há dias e dias que a ambulância da defesa está “internada”, na oficina, problemas no motor. E enquanto não sai do seu internamento o Hospital Municipal é quem fazer o “dever” da Defesa em atender as ocorrências (acidentados, atropelados, etc...), função que a Defesa Civil que faz da melhor maneira possível quando tem ferramenta, e na verdade não tem culpa porque o problema quem tem de resolver são os responsáveis ou em ultimo caso o Prefeito; se não tiver ninguém que responda por esta situação.

"DEPOIS QUE JÁ HAVIA SIDO POSTADO ESSA MATÉRIA VI A AMBULÂNCIA SENDO ENTREGUE A DEFESA CIVIL."  JA TEMOS AMBULANCIA NA DEFESA CIVIL.

CRIANÇAS NA PR 092:
As reclamações ainda continuam, foram vistos crianças na rodovia, próximo ao acesso Parque Industrial (Recanto) e na Passarela próximo a Defesa Civil, eles estão Invadindo a pista com uma câmera na mão e fazendo gestos para os caminhoneiros fazer as manobras radicais na pista; as famosas “quebra de asas”, para eles filmarem e postar em redes sociais, precisamos de uma fiscalização urgente do Conselho Tutelar e que os pais dessas crianças sejam responsabilizados, pois estão correndo um grande risco de vida e não só isso; podem prejudicar a vida de um motorista, caso venha acontecer um acidente.


POLICIAL: Além dos policiais recuperarem veículos, apreenderem armas teve a historia do facão.


No inicio da noite desta sexta-feira (03) por volta da 18H30MIN às pessoas que passavam ou trabalham próximo à rodoviária assustaram com dois indivíduos correndo, o de traz com um facão em punho.


Em frente ao conselho tutelar o primeiro se atrapalhou e caiu, ao tentar levantar tomou um golpe facão nas costas, tentou continuar na fuga, mas foi atingido novamente e já na calçada do outro lado da rua, desesperado tentou se defender e foi golpeado por varias vezes e na frente da loja POKO PREÇO acabou caindo e o agressor continuou desferindo golpes de facão contra a vitima. Em seguida o agressor saiu andando normalmente entre os carros.

Foi acionado o hospital e a policia que estiveram no local. Segundo informações a vitima foi encaminhada ao Hospital Municipal 18 de Dezembro com ferimentos graves nas pernas e braços.


Estas são as notícias da semana na Rádio Arapoti 1570 (AM), deste Sábado, acompanhe também pelo site Voz do Povo e ouça a Radio Arapoti AM.

Postar um comentário

0 Comentários

KELVE SUPERMERCADOS - MANIA DE VENDER BARATO



CONSTRÓI MATERIAIS E SERVIÇOS PARA CONSTRUÇÃO












ARAPOTI WEATHER