Um rapaz de 22 anos foi morto com golpe de canivete ao assaltar uma família que aguardava ônibus da Saúde

Por volta das 2h T. C. S de 27 anos, sua esposa e filhos, sendo um de seis anos e uma bebê de 1 ano e sete meses aguardavam o ônibus da Secretaria Municipal de Saúde, em frente ao posto de saúde do bairro Santa Cecília.
Pouco tempo depois notou quando passou uma saveiro branca com um rapaz e uma moça e uma moto com dois rapazes em atitude suspeita.
E não demorou muito a moto Twister de cor amarela  voltou e parou próximo deles e o carona desceu vindo em sua direção e ao se aproximar tirou uma arma do bolso anunciando o assalto "perdeu, passa tudo o que tiver" que ele ainda tentou argumentar com o ladrão "você não vai fazer isso" e que neste momento seu filho mais velho puxou o carrinho da bebê e o assaltante virou a arma para sua família; neste momento ele virou-se de costas para o bandido com os braços abertos tentando proteger sua esposa e filhos, mesmo assim o ladrão atirou e ele sentiu que tinha sido atingido. Disse que logo após ouviu o estalar do revolver quando o bandido atirou novamente e que a arma "falhou".


Foi então que T.C.S se lembrou do canivete que trazia no bolso, pois, segundo ele, ha uma quitanda próxima ao hospital e ele compra frutas para a sua filha comer e coçar os dentinhos que começam a surgir.
Sacou o canivete e de costas, sentindo a arma contra seu corpo desferiu um golpe contra o ladrão, ouviu então outro barulho da arma que novamente teria falhado e quando levou o canivete novamente não o acertando virou-se e viu o rapaz correr e subir na moto.


T.C.S e sua família pediram abrigo no Posto de Saúde próximo, pois temiam que os ladrões voltassem. Só então ele foi observar que o que sentiu no momento do primeiro disparo foi a explosão do isqueiro (Binga) que carregava no bolso e que foi atingido pela bala, o que possivelmente salvou sua vida.
Já segundo a Policia, por volta de 2:30 da manhã deu entrada no hospital Carolina Lupion, um rapaz com ferimento por arma branca, que não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.
Segundo informações, trata-se de um jovem de Arapoti, de 22 anos e que teria passagens pela polícia. O rapaz que o acompanhava pilotando a moto fugiu, mas já foi identificado pelos policiais.
Uma moça, a namorada do jovem que veio a falecer foi ouvida na polícia.
O pai de família que reagiu ao assalto não autorizou a divulgação de seu nome, ou imagem, mas nos forneceu a foto que tirou do canivete ainda sujo de sangue e da marca que ficou devido a explosão do isqueiro causado pelo tiro.

INFORMAÇÕES E FOTOS: TRIBUNA DO POVO
Reações:

Postar um comentário

 
Top