Governador libera R$ 28,6 milhões para unidades de saúde de 249 municípios.

O governador Beto Richa anunciou nesta terça-feira (19), no Palácio Iguaçu, a liberação de R$ 28,6 milhões para a compra de equipamentos para Unidades de Saúde da Família de 249 municípios. Cada prefeitura receberá R$ 115 mil. Mesas clínicas, aparelhos de consultório odontológico, pinças, autoclaves, além de mobiliário, poderão ser adquiridos com os recursos.

“Estamos mais uma vez demonstrando o compromisso com a saúde pública de qualidade e com um atendimento mais ágil e humano”, afirmou o governador. “Nesse período de dificuldade econômica, é muito importante que o Estado apoie as prefeituras paranaenses com recursos para investimentos”, disse ele.

O recurso para a compra dos equipamentos é da Secretaria de Estado da Saúde, pelo programa de qualificação da atenção primária do SUS (ApSUS), criado pelo governador e que já destinou R$ 183 milhões para a construção, reforma ou ampliação de 503 unidades de saúde em todo o Estado. 

Richa ressaltou a importância e a atenção que sua administração dá à área da saúde. “No nosso governo, a saúde vive um bom momento. Em quatro anos, investimos nesta área mais que o dobro do governo anterior. Isso mostra a responsabilidade com uma área que é essencial para população”, afirmou. 

AGILIZAR - O secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto, explicou que os recursos são liberados pela modalidade fundo a fundo, sem a necessidade burocrática de convênios. “É uma forma de agilizar para que os recursos cheguem logo às cidades”, disse ele, ressaltando que o valor é exclusivo para compra de equipamento médico, odontológico, de enfermagem e mobiliário para unidades.

“Saúde começa pela base, capacitando e estruturando a atenção básica. Assim é possível organizar todo o sistema de saúde. É dessa forma que o governo estadual trabalha, investindo nas cidades”, disse. 

APOIO AOS MUNICÍPIOS - No começo do ano, o Estado repassou R$ 19 milhões para 156 municípios equiparem suas unidades de saúde. Além disso, foram repassados R$ 157 milhões para o custeio das unidades e até o final do ano serão destinados mais R$ 41 milhões. O total de é R$ 198 milhões em seis anos. 

Ainda através do ApSUS, 35 mil profissionais de atenção primária estão sendo capacitados para suas funções. “Tudo para garantir a oferta de serviços de saúde mais qualificados para a população”, disse Caputo.

ADEQUADO E HUMANO - Medianeira, no Oeste do Estado, investirá R$ 115 mil em compra de equipamentos para cinco principais unidades de saúde da cidade. O prefeito Ricardo Endrigo disse que a falta de equipamentos compromete a qualidade do atendimento médico oferecido pela população. “Um dos itens que vamos providenciar é a instalação de ar condicionado. Nossa região é muito quente”, citou ele, como exemplo. 

Endrigo destacou o apoio do Estado e disse que a prefeitura sozinha teria dificuldades para equipar as unidades. “É um investimento importante para que o médico e o enfermeiro consigam garantir ao usuário do SUS um atendimento mais adequado e humano”, afirmou. 

MUNICIPALISTA - O chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni, afirmou que vai visitar todas as regiões do Paraná, por determinação do governador Beto Richa, para fazer uma prestação de contas das ações do Estado nos munícípios. Ele destacou o espírito municipalista da atual gestão estadual. “Fui deputado por seis mandatos e nunca vi um governador atender tão bem os prefeitos do Paraná, independente da cor partidária”, afirmou Rossoni. 

“A Casa Civil hoje é casa do prefeito do Paraná. E os prefeitos têm me dito que se não fossem as medidas do ajuste fiscal que o governador tomou estariam com as finanças em péssimas condições”. Rossoni disse o governador Beto Richa abriu mão da popularidade que tinha em favor de ações que atendessem às necessidades da população paranaense. “A parte dele já foi feita. Por isso nós, todos juntos, temos a obrigação de devolver ao governador a sua popularidade.

Prefeitos destacam compromisso do Estado com a qualidade do atendimento na saúde

Com cinco mil habitantes, Quarto Centenário (Noroeste) receberá recursos para equipar a maior unidade de saúde da cidade, que realiza 18 mil atendimentos por ano.

O prefeito Reinaldo Krachinski disse que o Governo do Estado é fundamental para que o município possa investir em saúde durante esse período de queda de arrecadação.

“Os serviços de saúde são essenciais à população e o governo estadual nos dá toda atenção necessária para oferecermos um atendimento médico de qualidade”, afirmou. Ele citou, ainda, a compra de uma van e duas ambulâncias com recursos do Estado. 

O prefeito de Carambeí (Campos Gerais), Osmar Chinato, também enalteceu o apoio do governo estadual para fortalecer o atendimento médico na cidade. “Tem sido fundamental para melhorar a qualidade do atendimento para nossa população”, disse. Duas novas unidades estão sendo construídas na cidade e uma ambulância foi comprada com recursos do Estado. 

Com quatro mil habitantes, Leópolis (Norte Pioneiro) tem dificuldades para comprar equipamentos para as unidades de saúde, segundo a prefeita Cléa Bernardes. “Não teríamos condições de comprar esses equipamentos, que são fundamentais para a nossa população”, disse. O governo estadual já liberou R$ 240 mil para o município comprar ambulâncias e veículos para saúde. 

PRESENÇAS - Participaram da solenidade o secretário-chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni; o presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano; o líder do governo na Assembleia Legislativa, Luiz Cláudio Romanelli; os deputados federais Luciano Ducci e Ricardo Barros, além de prefeitos, deputados estaduais e secretários municipais de saúde.

Postar um comentário

0 Comentários

KELVE SUPERMERCADOS - MANIA DE VENDER BARATO



CONSTRÓI MATERIAIS E SERVIÇOS PARA CONSTRUÇÃO












ARAPOTI WEATHER