O Projeto de Lei, de autoria do Executivo, apresentou valor de subvenção social quase R$ 100 mil menor que o previsto na LOA 2016

A Câmara Municipal de Arapoti aprovou nesta segunda-feira (04) o Projeto de Lei 1748/2015, de autoria do Executivo, que autoriza celebração de convênio com a Associação São José de Assistência aos Menores de Arapoti, a Creche Nosso Cantinho. O repasse financeiro no valor de R$ 218 mil deverá ser utilizado pela entidade no atendimento às crianças matriculadas na escola, na realização de atividades escolares, pagamento de profissionais e encargos trabalhistas.

Apesar do Projeto de Lei ter finalidade social e parecer ser um benefício a toda a população, a proposição gerou protesto entre vereadores e pais que participaram da Sessão. O problema é que a Lei Orçamentária (LOA 2016) previa uma subvenção complementar no valor de quase R$ 100 mil, incluída através da emenda de autoria do vereador Claudinei José Moreira, o Toddynho, totalizando um repasse de R$ 317 mil à Creche.

Com a previsão de um orçamento maior, ratificado pela Prefeitura, a instituição ofertou à comunidade 30 novas vagas para a Educação Infantil, inclusive com a contratação de mais profissionais. O corte no orçamento pode gerar o fechamento da nova turma.

O Presidente da Câmara, Lelo Ulrich, lamentou a situação. “Nós reconhecemos o relevante trabalho da Creche Nosso Cantinho, coordenado por pessoas competentes e comprometidas com uma educação infantil de qualidade. É uma instituição de 50 anos de história e que não merece ser tratada desta maneira” comentou. “Os vereadores aprovaram o Projeto porque o funcionamento da Entidade depende deste valor. Mas sancionar uma Lei Orçamentária prevendo o repasse extra e depois retirar este valor evidencia uma total falta de planejamento”. Lelo Ulrich complementou ainda propondo o cancelamento de dotações da Câmara Municipal para a manutenção do repasse à Entidade.

A Creche Nosso Cantinho atende 130 crianças carentes e em situação de risco, entre 0 e 3 anos, com permanência de oito horas diárias. A Entidade é mantida pela Paróquia São João Batista, através de contribuições comunitárias e com a realização de eventos, e com repasses da Prefeitura Municipal.

Reações:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

 
Top