As notícias da semana sem dúvidas é passagem obrigatória no programa da manhã de todos os sábados na rádio Arapoti, que vai ao ar pela emissora das 10h00min às 12h00minh tem por finalidade divulgar os acontecimentos da semana na cidade.


No meio da semana aconteceu a audiência pública na Câmara de Vereadores nesta quinta-feira (10) sobre o projeto de lei que trata da redução da taxa mínima de quem gasta até 100 kWh que corresponde a 3.817 consumidores (relógios) e não estão pagando a iluminação pública; no projeto a equipe do prefeito quer alterar a faixa de isenção de 100 para 50 kWh e quem gastar mais que 50 kWh começaria a pagar essa taxa a partir do ano que vem (2.017) e mesmo assim segundo informações da prefeitura teria 1.121 consumidores isentos. 


Este assunto teve bastante participação e nas ligações recebidas, e os que participaram através das redes sociais foram contrários ao projeto, e afirmaram duvidar que os vereadores votem a favor do projeto, que segundo os internautas lesaria a classe mais pobre por não ter condições financeiras de arcar com mais este peso em suas contas. O projeto devera ser votado nesta segunda-feira, na câmara de vereadores.


A passeata pelo centro da cidade alusivo à Campanha da fraternidade da igreja católica deste ano que tem como tema “Casa comum, nossa responsabilidade” foi notícia nos microfones da rádio através de um link direto do intitulado repórter Mauro Costa que caminhou entre os participantes, fazendo entrevistas e fotografando o evento, a presença da radio foi importante devido ao tema, cartazes com frases da campanha foram levados por alunos das escolas, pastorais da igreja, comunidade em geral, as palavras de ordem foram: “Casa Comum, Se cada um varrer a frente de sua casa, Toda a rua ficará limpa”, Um projeto em benefício da comunidade, Só dará certo se cada um fizer a sua parte, Nossa Casa Comum está sendo ameaçada, Não podemos ficar parados, Deus nos convoca para cuidar da sua Criação, Todos têm direito a limpeza urbana, Agua potável, esgoto sanitário, Ao controle de doenças transmissíveis; “Casa comum, nossa responsabilidade”, Comece agora como cidadão cuidar do que é de todos. 


A presença da equipe da Vigilância Sanitária de Arapoti, comandada pela Enfermeira Andreia, deixaram sua mensagem através das equipes de combate ao mosquito da dengue, e com o personagem “mosquitão da dengue” que desfilou em cima do veículo da vigilância, tudo isso é claro para abordar a importância do combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e a Chikungunya, mostrando que a limpeza pública é muito importante, pois elimina os criadouros do mosquito. 



Fato lamentável da passeata que teve a participação maciça da comunidade, crianças, professores e pastorais, foi à falta de comprometimento da Secretaria de Meio Ambiente, que não cumpriu com o combinado de deixar uma caçamba no final da passeata que o pelotão montado pela igreja, para recolher o lixo das ruas por onde passaram; um ato concreto dos trabalhos da passeata e uma maneira de mostrar para a população que o trabalho de limpeza pública é de todos, mas só que a secretaria não enviou as caçambas causando um desconforto e revolta nos participantes, lamentável.


Mais uma vez a Secretaria de Saúde foi alvo de reclamações dos ouvintes, desta vez foram os pacientes diabéticos que reclamaram da falta de fitas para medir glicemia, necessários para os testes de glicose, isso serve para ter um tratamento regular e manter as taxas de açúcar no limite ideal, diabéticos precisam dessas fitas que medem a glicemia. (Mas precisamos confirmar na segunda se esta faltando mesmo) 


A novela da reforma do Hospital, que se tornou uma “dor de cabeça” para a Secretaria de Saúde alocar os pacientes que necessitam da unidade do Hospital, devido à reforma. As boas notícias é que a obra teve o seu inicio e entre “marretadas e marteladas”. A questão mais relevante foi o compromisso também da 3ª Regional de Saúde de Ponta Grossa em colaborar na execução de um “plano de contingência” que já deveria estar elaborado pela Secretaria e Vigilância Sanitária há muito tempo, e neste plano que foi encaminhado a regional de saúde é elencado as ações de todos os trabalhos desenvolvidos na unidade, ou seja, como deverão acontecer os atendimentos na urgência e emergência, e de quem será a responsabilidade de encaminhar os pacientes e onde serão atendidos. 


A notícia da confusão de uma placa na Avenida Avelino Vieira, próximo esquina com a Telêmaco Carneiro, foi alvo de comentários dos internautas e ouvintes, ela direciona os motoristas a virar esquerda e uma placa fixado junto a um poste afirma que entrar pela esquerda é proibido, pois houve mudança no trânsito e agora o que está certo a placa indicando o acesso ao centro ou a outra proibindo? “Durma com um barulho desses”. Estas foram as notícias da semana, na Manhã da 1.570 AM.
























Reações:

Postar um comentário

 
Top