Acidente ocorreu no fim da tarde de quinta (17), em Ventania. BR-153 no Paraná ficou totalmente interditada por cerca de 5h.


Dois homens, duas mulheres e um bebê de 11 meses morreram em um acidente entre um carro e um caminhão no quilômetro 169 da BR-153, em Ventania, na região dos Campos Gerais do Paraná. A batida ocorreu por volta das 17h30 de quinta-feira (17). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os veículos trafegavam em sentidos opostos quando o carro invadiu a pista contrária e bateu no tanque do caminhão. Em seguida, segundo a PRF, o caminhão passou por cima do carro. Todas as vítimas seguiam no carro - além do bebê, estavam junto a mãe grávida e a avó da criança, o namorado da mãe e um vizinho da família. Os quatro adultos morreram na hora. Já o menino morreu na ambulância a caminho do hospital em Ventania. Ele completaria um ano no dia 28 de março. O corpo de Marcelo de Jesus Martins Santos e Diego Lopes dos Santos, Thaís Moreira da Silva, Roger Gabriel Moreira de Lima e o de Sirlei Alves Moreira foram encaminhados ao Instituto Médico-Legal (IML) de Ponta Grossa. A pista ficou totalmente interditada por cerca de cinco horas, até as 22h30. 
Informações: Tá No Site




 A Reportagem do Voz do Povo estava fazendo fotos para uma matéria do contorno sul, que em breve terá início, quando notamos que os carros da Funerária Arapoti estavam passando na rodovia PR-239; ligamos para o Claudinor, proprietário da Funerária, para entender o motivo dos quatros carros da Funerária estar junto sentido a ventania. Na verdade, os corpos das vitimas do trágico acidente da BR-153 na tarde da quinta-feira (17);  depois de serem liberados pelo IML foram trazidos para a Matriz da funerária em Arapoti, onde os corpos foram preparados e estavam sendo transportados para o velório que segundo informações acontecera no Ginásio de Esportes em Ventania. "A cidade de Ventania esta chocada com com a tragedia que vitimou estas pessoas" Disse Claudinor que tem uma filial da Funerária atendendo Ventania e toda região.



Reações:

Postar um comentário

 
Top