PINHALÃO: As briguinhas na saída da escola todos sabem que acontece; mas na noite desta quarta-feira o final foi trágico. segundo as informações da policia. Por volta das 20H24MIN à equipe policial recebeu uma chamada via 190, informando que havia um homem caído na na rua e estava com um ferimento no pescoço. Rapidamente a equipe de serviço deslocou até o local onde populares informaram que o rapaz havia sido levado até o posto de saúde. Já no posto de saúde equipe foi informada que o autor da agressão estaria na escola estadual Castro Alves.  A equipe deslocou até a escola onde em contato com o menor suspeito na presença dos conselheiros tutelares, passou a relatar que estava no ginásio de esportes no horário da aula de educação física, quando uma menina (menor) jogou a bola em sua direção sendo que no mesmo momento ele devolveu a bola jogando-a por cima da rede. Mas o namorado da menor (vítima do homicídio) começou a dizer para o suspeito "vou te pegar, fica ligeiro". O menor suspeito relata ainda fingiu não ouvir os insultos que lhe foram desferidos, porém após algum tempo ele e o namorado da adolescente começaram a discutir. 


Quando o menor suspeito foi sair da quadra do ginásio foi agredido pelo namorado da adolescente que acertou um tapa em seu rosto e disse o seguinte: "espera ai, homem que é homem não foge de briga não". Momento esse que o menor suspeito retornou até onde estava o namorado da adolescente e mais uma vez foi agredido com um chute em seu abdômen, nesta hora o menor suspeito desferiu contra a vítima um golpe com uma caneta e acertou seu pescoço, ainda segundo o menor suspeito, após o golpe que ele desferiu, o namorado da adolescente continuou a chutar e lhe dar socos, na confusão, puxou o suspeito pela mochila e o derrubou em cima do canteiro central em frente ao ginásio de esportes; após isso o suspeito correu para dentro da escola e o namorado da adolescente foi sentido centro da cidade, logo em seguida ele foi encontrado em frente à igreja presbiteriana e levado por amigos ao posto de saúde de Pinhalão onde foi atendido pela medica, que relatou que a caneta perfurou a traqueia e após ser retirada pela própria vítima, o sangue teria entrado nos pulmões causando morte por asfixia. O objeto do crime foi encontrado em frente ao Sindicato Rural de Pinhalão. 

O menor suspeito foi apreendido e conduzido até a Policia Civil de Tomazina juntamente com os seus pais; os pais da vítima foram orientados dos procedimentos a serem tomados. 


Mais tarde a Policia Militar recebeu a informação através de outra pessoa que a briga teria sido premeditada, pois a adolescente teria pedido para o namorado (ou marido) para bater no menor suspeito na quadra no dia de hoje. 

O corpo a vítima foi encaminhado ao IML. E a situação repassada para o investigador para demais procedimentos.
Reações:

Postar um comentário

 
Top