Por ser um item de segurança para veículos de grande porte, cuidados com a escolha do produto podem fazer a diferença.


Obrigatórias em veículos de grande porte, as faixas refletivas desempenham um papel importante quando se fala em segurança nas estradas. Usada para delinear o contorno dos veículos longos e/ou pesados e o para-choque traseiro, elas refletem a luz tornando o caminhão mais visível, principalmente à noite, em dias de chuva e neblina. Muitos acidentes envolvendo veículos pesados poderiam ser evitados se o motorista cumprisse com os itens de segurança do caminhão. Mas será que a faixa que você está comprando garante a sua segurança?


Segundo resolução 128/316 do Contran, as faixas refletivas devem ser aprovadas pelo Denatran de acordo com o coeficiente de luminosidade e angulo de observação mínimo estabelecido na tabela do órgão. “Se as faixas não estiverem dentro dessas especificações elas não podem garantir a segurança em relação à visibilidade do motorista”, explica o membro do Comitê Brasileiro de Normas - CB16 na ABNT, Eduardo Matos.


De acordo com as especificações, as faixas devem apresentar 500 cd.lx/m² no ângulo 0.2/-4 e tem devem ser trocadas a cada sete anos, exceto se estiverem danificadas.


A primeira medida a ser tomada é em relação às falsificações grosseiras, perceptíveis a olho nu, como por exemplo quando a faixa fica furta-cor quando bate a luz solar não refletividade nula. Porém até mesmo as faixas homologadas podem apresentar características diferentes das especificadas. “ É muito difícil avaliar se as especificações estão corretas. A dica é sempre exigir a declaração na nota fiscal de que o produto atende aos requisitos do Contran”, orienta Matos.

A Faixa Refletiva é autoadesiva permanente e o material possui mais de 6500 microprismas, permitindo maior refletividade e boa angularidade. Elas podem chegar a atingir 700 cd.lx/m² no ângulo 0.2/-4. “As películas são homologadas e aprovadas pelo Denatran para comercialização em todo o território nacional. Outro diferencial é a faixa de para-choque em peça única facilitando a aplicação. O material não descola, não delamina e não descasca”, reforça Matos.

Reações:

Postar um comentário

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do VOZ DO POVO. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O VOZ DO POVO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

 
Top