Quando estamos em paz, a vida é muito boa, alegrias, festas, poder sair a noite e conversar, namorar na praça, enfim, poder ter o livre arbitrio e ir e vir usando as prerrogativas que são conferidas a cada cidadão, na nossa constituição federal.


Arapoti passou por momentos de dificuldades, agressões, carceres, idoso que perdeu a vida por nada, e tantos outros que nem ficamos sabendo; em fim a nossa familia foi agredida, maltratada, nossos corações foram submetidos a torturas deixando margas que nunca apagarão.


Esses são os lamentos de pessoas que passaram pelo centro da cidade, lamentando a falta de segurança na cidade, pedindo justiça para um acontecido ou outro.


Faixas registraram as magoas e lagrimas de pessoas do bem, gente trabalhadora, ordeira que acorda todos os dias bem cedinho para trazer o sustento de sua casa, querendo que o estado os protejam das mazelas dos governantes; que insistem em abandonar o nosso municipio, pois o efetivo é pequeno, e não podemos colocar a culpa na polícia que tentam e fazem de tudo para manter a ordem, mas milagres eles não podem fazer, necessitam de ajuda do Governo do Estado, precisam de mais efetivo, mais viaturas, e todo o apoio necessário para os policias em Arapoti.


O povo se revolta e com toda a razão, algo precisa ser feito.









Reações:

Postar um comentário

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do VOZ DO POVO. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O VOZ DO POVO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

 
Top